terça-feira, 5 de outubro de 2010

Como previsto...

Como previsto, empatamos com erros de arbitragem a ajudar.
Muito bem AVB!
Sim, temos razões de queixa da arbitragem.
Sim, temos de marcar posição contra as queixinhas dos vermelhos.
Sim, temos de centrar aí a atenção interna para evitar quebras anímicas.
E depois dos vários lances em que temos razão de queixa, depois da expulsão do Fucile de dele próprio, AVB tem o meu (os meus colegas de blog terão a sua opinião) aval para falar como falou.
Ainda por cima leva à loucura o Seara e o Barroso, absolutos parvalhões.

A TVI ainda não mostrou em detalhe o lance que é referido pelo AVB.
Estiveram 73 minutos para mostrar o lance que passou em directo. E já lá vão mais de 2 horas para ver o lance pelas outras 3 ou 4 ou 5 câmaras que o filmaram.
Zero. Não mostraram nenhuma imagem das câmaras de repetição. E está lá tudo na TVI.
Não mostram porque não querem.

Mas eu vi bem o fora de jogo ESCANDALOSO assinalado ao Falcão, quase no fim do jogo, que o isolava para o 2-1. Inacreditável.
E vi bem as entradas a VIOLENTAS, principalmente a do Falcão.
E vi bem os cantos não assinalados, a chapada ao Fucile, etc…

Empatamos, num jogo que dominamos e controlamos.
A primeira parte foi totalmente controlada.
Com 10 em campo, e sem treinador, fomos a melhor equipa, e não desesperamos, procurando o golo com a calma possível.
Devíamos ter lutado mais pelo 2º golo, é verdade, mas do outro lado não estava o Pedrouços…
O golo do Vitória foi um desleixo do Fucile. Acontece.

Acho que este empate, e como aconteceu, vai ser bom.
Muita facilidade podia desleixar a equipa nos próximos jogos.
.

14 comentários:

Nuno Silva disse...

existem 3 foras de jogo, algumas faltas mal admoestadas e cantos não marcados.

... mas o Fucile devia ter ido pra rua com vermelho no lance do 2º amarelo. curiosamente o seu primeiro amarelo nem é falta porque corta o lance de depois há um toque ligeiro e teatralizado do adversário.

AVB esteve desta vez mal nas subtituições. Tirou Belluschi e devi ter colocado de imediato Ruben. Não me pareceu evidente que Moutinho estivesse a necessitar de sair por cansaço.

Fucile esteve num dos seus já habituais dias maus... por isso é que venho preferindo a manutenção do SApu... mas o Alvaro desta feita não estev emuito melhor, especialmente na fase ofensiva.


O melhor em campo: Fernando

O lance entre Fucile e Edgar na área de penalti do Porto... existem 2 faltas simultaneas: de frente vê-se o braço do avançado a empurrar o Fucile, de trás vê-se o agarrão do Fucile... sugestões de como deveria ter sido ajuízado o lance?

Azzulli disse...

Quanto ao tal lance Fucile/Edgar, eu acho que não se deveria assinalar nada. Falta dupla.

Jorge disse...

não percebo os comentários exagerados ao trabalho do Xistra, palavra. bastava que aquela bola do Moutinho tivesse entrado e a história seria diferente...

não é nenhuma catástrofe perder dois pontos em Guimarães. os nossos rapazes lutaram pela vitória mas não a conseguiram, há que continuar a trabalhar para voltar a vencer.

quanto a Villas-Boas, excedeu-se. não pode dar motivos à imprensa para se queimas, prejudica-se e prejudica o clube. tem de ter mais calma nos pós-jogos...

um abraço,
Jorge
http://porta19.blogspot.com

Fanático disse...

A mim parece-me que tivemos mais que futebol jogado que justificava a vitória.

Fizemos uma grande primeira parte, com oportunidades mais que suficientes para resolver o jogo.

Há sempre o problema do "levantar o pé" depois do primeiro golo, mas, infelizmente, ainda nos libertámos desse tique.

Enfim, apenas notas soltas:

a) Grande golo do Hulk.Vai ser difícil segurá-lo já em Dezembro...Mesmo com os 100 milhões!
b) O AVB esteve muito bem, e sim também tem o meu aval, na conferência de imprensa; E esteve muito mal nas substituições, quer nos que sairam, quer nos que (não) entraram. Ou seja, o meio campo precisava de músculo e criatividade nas entradas, ou seja devia ter entrado logo RM e o Sousa e não o Fredy que não jogava desde a Figueira da Foz (1ª jornada) e esteve lesionado. Aliás, o Sousa tinha de ser o apoio do Fernando no meio campo;

c)Enfim, não ganhámos e merecíamos, mas temos 7 pontos de avanço e VAMOS SER CAMPEÕES!

dragao vila pouca disse...

É óbvio que o árbitro errou; é verdade que a transmissão da TVI é uma vergonha - não haver repetição do lance da mão Alex, é o melhor exemplo; mas só nos podemos queixar de nós próprios, na perda dos primeiros pontos.

Quem viu o jogo certamente se terá lembrado do jogo frente ao CSKA, tal as semelhanças com o jogo da capital búlgara. Mas se no jogo de Sófia conquistamos a vitória, também é verdade, que o nosso amolecimento, exactamente como hoje, podia ter-nos custado caro. Não custou, mas não aprendemos a lição e hoje voltamos a fazer exactamente a mesma coisa, voltamos a cometer os mesmos erros, desta vez, lamentavelmente, pagamos caro.
Depois de uma boa primeira-parte, em que fomos nitidamente superiores - apenas perdemos equilibrio como equipa, no lance que Toscano falhou clamorosamente... - dominamos - mais de 60% de posse de bola -, marcamos e em que apenas pecamos nos faltou contundência no último terço do campo, para matar o jogo - um golo é pouco para tanto domínio -, jà na segunda, deixamos rolar, acreditamos que estava ganho e só viriamos a reagir quando sofremos o empate. Não pode ser! Não podemos, com uma vantagem,
apenas tangencial, pensar que temos o jogo ganho. Espero que, definitivamente, a lição tenha sido aprendida e que estes adormecimentos, no futuro, não se voltem a repetir.


Conclusão: não me perturba nada que ao fim de 11 jogos consecutivos a ganhar, tivessemos empatado. Temos uma óptima vantagem e às vezes, um passo atrás, permite dar dois à frente. Não andamos em busca de recordes, mas em busca de recuperar o título e portanto, nada de desanimos, mas atenção, as coisa não vão ser fáceis, a gritaria é constante e para isso é preciso um Porto a correr, a lutar, a pressionar os 90 minutos e não um Porto apenas a querer fazer os serviços mínimos. Tiremos a devidas ilações deste jogo e toca a partir para uma nova série de vitórias consecutivas.

Um abraço

Eterno Dragao disse...

Jogamos muito mal na segunda parte, estamos com um péssimo índice de concretização das oportunidades, o nosso futebol não teve variações de velocidade... Tinha de correr menos bem em qualquer momento.

O AVB mostrou muito mau feitio quando não ganhou. Aqui, por muito que ele não queira, tem de ser comparado com o Mourinho: é igual. Às tantas, também rasgou uma camisola do Vitória... Ora, a característica de "não saber perder" é algo que eu valorizo muito num treinador do FCP! Deu para ver que ele ficou ainda mais "chateado" do que eu!

Os nossos defesas não são assim tão "fantásticos" (alguns estão muito longe disso) para que a equipa se dê ao luxo de defender resultados tangenciais! É isto que é necessário melhorar.

Poooooooooooorto!

Dragus Invictus disse...

Olá bom dia,

Ontem dominamos e controlamos o Vitória o jogo todo.
O Vitória apenas teve duas oportunidades além da que deu golo.
João Moutinho e Fernando estiveram enorme no meio campo, o que nos permitiu ter controlo sobre o adversário.
Se empatamos foi por culpa própria. Uma equipa mesmo a controlar o jogo deve sempre procurar o segundo golo para matar o jogo. A partir dos 15 minutos da segunda parte, fizemos o que aconteceu na Bulgária, excedemos em demasia a confiança de que o resultado estava feito.
Só que o futebol é imprevisível e num erro defensivo do Fucile, o Vitória consegue sem saber ler nem escrever empatar a partida.
Fucile esteve muito mal ontem. Após ter levado o primeiro amarelo, sabendo que do outro lado estava um árbitro à espera de uma nesga para nos prejudicar, junto à linha lateral num encosto de braço faz demasiado teatro na queda. Teve sorte porque era mesmo falta, senão veria o segundo amarelo.
Comete um penalti na primeira parte escusado sobre o Edgar. Na segunda parte depois da asneira de deixar fugir o recém entrado marroquino, tem aquela entrada imprudente no calcanhar do adversário, o que lhe vale a expulsão, numa altura em que o Porto estava a tentar vencer a partida.
Ainda não vi o citado penalti aos 77 minutos. A reacção de AVB foi a quente. Xistra teve algumas decisões erradas, nomeadamente a não expulsão de João Paulo e alguns fora de jogo mal assinalados, como aquele em que Alvaro na primeira parte se preparava para isolar, e já nos últimos minutos aquele do Falcao.
Na primeira parte podíamos ter selado a partida, não fosse a excelente defesa de Nilson diante do isolado Moutinho.
Resta-nos levantar a cabeça, e continuar a lutar dentro do campo, e nunca mais cair do erro de pensar que o controlo do jogo é garante de vitória.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

O Situacionista disse...

Depois da pouca vergonha de ontem, o NGP, como não podia deixar de ser, já entrou em acção:


"Pinto da Costa

"Vítor Pereira que explique esta arbitragem"

Pinto da Costa não gostou da arbitragem do encontro de ontem, mas, mais do que isso, disse estar na "expectativa" para ouvir a explicação de Vítor Pereira, presidente da Comissão de Arbitragem da Liga, sobre o trabalho da equipa liderada por Carlos Xistra, anunciada para o final da décima jornada. "Temos um 'expert' na matéria, o sr. Vítor Pereira, que naturalmente vai explicar, depois da décima jornada, o que se passou aqui em Guimarães. Não sou um 'expert' da arbitragem, ele é que é. Vamos aguardar para ver o que vai dizer desta vez. Já agora, ele que aproveite para nos explicar como é que um árbitro de Castelo Branco, para um jogo que aconteceu na Associação [de Futebol] de Braga, tem na sua equipa um auxiliar que também é de Braga e que, por acaso, no ano passado nos anulou dois golos limpos no jogo com o Paços de Ferreira", adiantou Pinto da Costa antes ainda de se recusar a enumerar os casos que originaram a indignação portista, traduzida sobretudo pelas palavras produzidas por André Villas-Boas no final do encontro. "Não vou analisar esta arbitragem em particular, porque não sou um 'expert'." O presidente do FC Porto recusou-se igualmente a ligar o trabalho de Carlos Xistra às mais recentes críticas lançadas pelo Benfica à arbitragem. "Não sei se estão interligadas. O sr. Vítor Pereira é que tem de explicar isso, apesar de ele já ter dito que não falou por causa da pressão exercida pelo Benfica. Volto a repetir: à décima jornada, o sr. Vítor Pereira vai falar, e eu vou estar atento para ver o que ele diz sobre esta arbitragem. Mas também vou estar atento para ver se este árbitro, a exemplo do que aconteceu com o Olegário Benquerença, vai tirar uma férias ou se vai ser nomeado para um jogo já na próxima oportunidade", concluiu o presidente do FC Porto."

( http://www.ojogo.pt/26-278/artigo888953.asp )

O Situacionista disse...

Diz o Eterno:

" (...) Ora, a característica de "não saber perder" é algo que eu valorizo muito num treinador do FCP! Deu para ver que ele ficou ainda mais "chateado" do que eu!"


Digo eu (duas coisas) ao Eterno:

1 - Precisamente !

2 - Percebo o que queres dizer, mas corrijo-te, se me permites: Onde se lê "ainda mais", deve ler-se "tanto como" ...

O Situacionista disse...

Talvez fique melhor "tão ... como ..."

Dragaopentacampeao disse...

Em alta competição a eficácia é um dos factores mais importantes. O FC Porto criou neste jogo oportunidades para vencer confortavelmente. Apenas concretizou uma.

Os erros também se costumam pagar caro. Mais uma vez se confirmou, quer no golo sofrido quer mesmo na expulsão. Embora considere que o primeiro amarelo a Fucile é injusto porque o uruguaio joga a bola, já no segundo é merecido. A imprudência do defesa ao entrar daquela maneira, sabendo que já estava amarelado é de bradar aos Céus!

Foi uma exibição na linha das anteriores, com excepção para o jogo da Supertaça e do jogo frente ao Braga, em que o FC Porto jogou muito mais.

Há jogadores que começaram muito bem e que têm vindo a perder fulgor (A. Pereira,Belluschi e Varela). Creio que está na hora do treinador tomar medidas.

Quanto ao Xistra, ainda que considere que esteve ao seu habitual nível, não o podemos responsabilizar por este empate. Perdoou-nos uma grande penalidade cometida por Fucile (ele outra vez!) e não consigo vislumbrar o tal penalty que terá custado a expulsão de André Villas-Boas. De acordo com a informação de Rui Cerqueira, na Conf. de Imprensa o lance ter-se-à desenrolado aos 77' e 53''.

Tenho o jogo gravado, já revi várias vezes e não é perceptível qualquer irregularidade. Nem sequer o esboço de qualquer reclamação dos jogadores portistas.

Empatamos, perdemos dois pontos, mas continuamos na frente com uma vantagem confortável.

Não percebo a necessidade do tipo de reacções que o treinador protagonizou no final. Acho que elas são dignas daqueles que asperamente criticamos.

Um abraço

Fanático disse...

«Na sequência de uma série de imagens proporcionadas hoje pela TVI sobre o lance na grande área do Guimarães, e que originou a minha expulsão, confirma-se que não há realmente caso para grande penalidade. Nessa jogada as críticas são infundadas e injustas. No entanto, esta reapreciação não apaga uma sequência de erros, cuja referência mantenho e que devem ser analisados à 10ª jornada. Estaremos, pois, atentos ao rigor e à ponderação dados pelo presidente da Comissão de Arbitragem às faltas de Ricardo e João Alves sobre Falcao e João Moutinho, respectivamente, e à entrada violenta por trás do João Paulo sobre Falcao. Para além disto, houve dois foras-de-jogo mal assinalados, sendo que um dos quais deixava o Falcao isolado frente ao guarda-redes.»

O Situacionista disse...

Também estive a ver as novas imagens.

Não é penalty.

Concordo com as palavras do AVB.

Vasco disse...

A minha opinião
http://1jornada1cronica.blogspot.com
Cumps