sábado, 7 de maio de 2011

O último mito vermelho...

Eles eram os mais maior grandes.

Eles eram 6 milhões em Portugal, 15 milhões no mundo e 35 milhões em Marte.

Eles eram o clube do povo dos mais grandes analfabetos.

Eles eram o clube mais titulado (agora já precisam duma tal de ... taça latina .... ).

Eles eram o clube da mais grande moral e ética.

Eles eram o clube da mais grande grandeza grande.

Eles nunca tinham visto o seu antro virar um salão de festas.

Eles nunca tinham visto o seu antro virar um salão de festas do FC Porto.

Eles só perdiam por causa do Pinto da Costa.

E dos árbitros.

E do sistema.

E dos estatutos.

E da relva.

E da.

E do.

E dos.

Eles consideram o Pinhão uma mulher.




E TUDO O FUTEBOL CLUBE DO PORTO LEVOU ...




Só este ano:

Supertaça (2-0).

1.ª volta campeonato - 5 batatas.

2.ª volta - vitória por 2-1, com festa do título sem luz e regada com chuva de baixo para cima.

Taça de Portugal - remontada histórica no antro (0-2 / 1-3).

A duas jornadas do fim, temos 21 pontos de avanço.

Podemos acabar o campeonato sem derrotas.

Estamos na Final da Taça de Portugal

Estamos na Final da Liga Europa.

.

E eles não vão a Dublin porque foram eliminados pelo Braga, num jogo, felizmente (para o Braga), arbitrado por árbitros estrangeiros.



REPITO, E TUDO O FUTEBOL CLUBE DO PORTO LEVOU.




Resta aos vermelhos um único mito - o de que o Pinhão é uma mulher.

3 comentários:

austria87 disse...

Parabéns, ao andebol por mais um titulo mais uma alegria.

VIVA O FC DO PORTO

Ah pois disse...

Podias era evitar usar a palavra castelhana "remontada" quando temos uma palavra portuguesa perfeitamente adequada: "reviravolta".

KOSTA DE ALHABAITE disse...

Jamais lhes perdoaremos.
Como? Vencer e convencer (posso dizer humilhar, he he he) como esta época.