segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Vencer em Madrid

Não podemos regredir. Depois da segunda parte contra o Braga, é proíbido repetir a primeira. E, quando assim é, nada melhor do que um jogo de dificuldade máxima.
 
Depois do mérito de todos no último sábado, onde inevitavelmente se tem de incluir o treinador, este precisa de manter o rumo que ali foi esboçado.
 
Mais ainda porque só vencendo temos hipóteses de continuar na champions.
 
Depois, neste momento, passa-se um fenómeno interessantíssimo - os divisionistas entendem que a vitória sobre o Braga foi apenas fogo de vista.
 
Sem qualquer mérito do mister. Como se irá, infelizmente, comprovar em Madrid e, logo depois, em Vila do Conde. Dizem eles. Ainda segundo os mesmos, contra o Braga, PF teve a sorte de ver Luxo lesionar-se.
 
E como só tinha um suplente no banco, qualquer um tinha apostado em Carlos Eduardo ... e conseguido a motivação que todos trouxeram na 2.ª parte. Digo-lhes eu ! 
 
São leituras. Ambas legítimas.
 
 
 
 
Eu, com o excelente plantel que temos, e sem desculpas, considero perfeitamente possível vencer um excelente At. Madrid, orientado por um grande treinador.
 
Para 4.ª feira, com Luxo em dúvida e sem podermos contar com Carlos Eduardo, o meio campo tem de ser 1x2, jogando, na provável falta do comandante, Fernando (6), Defour (6/8) e Herrera (8).
 
E o ataque Varela, Jackson e Licá (que vai recuperar em Madrid a qualidade perdida; além do mais, colocar Josué na ala é jogar com 10 mais um espectacular marcador de bolas paradas; ora, temos de jogar com 11 e em Madrid não é o jogo indicado para o português).
 
 
SOMOS PORTO 


ADITAMENTO:
 
 
 
Li agora que Luxo vai a Madrid. Assim sendo, como é um jogo à medida do capitão, sai Licá, entra Luxo.

2 comentários:

Tiago Stuve Figueiredo disse...

Resumindo, continua a achar normalíssimo o desenho do meio campo na primeira parte? dois "trincos" e o lucho a dez?

Eu achei deprimente a primeira parte e muito boa a segunda.

Quero é que o fcporto ganhe, seja com o Paulo Fonseca, o Vilas Boas, o Guardiola ou o Macaco a treinador.

Simplesmente nao consigo entender como se consegue afirmar que nao se mexeu no meio campo na segunda parte quando toda a gente viu o que aconteceu.

Espero que o Porto ganhe 4ª e domingo, seja em que táctica for.

Mas espero que se o Porto voltar aos dois pivots contra o atletico e rio ave e as coisas derem para o torto, que nao seja seguidista ao ponto de afirmar que a culpa nao e do treinador. é que aí já nao vejo que desculpas poderá inventar para nao responsabilizar o treinador.

Cumprimentos

Tiago Stuve Figueiredo disse...

Caros Bicampeões,

Comecei hoje um blog, pelo que gostava muito que o acrescentassem à vossa lista de blogs. O blog pretende falar sobre o futebol em geral e sobre o FC Porto em particular, por isso convido-vos a dar uma vista de olhos e a pedir a vossa opinião sobre o mesmo.

Um abraço Tiago Stuve

http://opequeestamaisamao.blogspot.pt/