quarta-feira, 4 de julho de 2007

Novo tipo de "crime": AMIZADE ......DE INFÂNCIA !

Alerta - se têm amigos de infância, fujam deles !!!
De outra forma podem ser ... despromovidos !!! No mínimo !!!

É que a amizade, especialmente se for de infância, pelos vistos, passou a ser "crime" !!!

Eu pensava que uma das melhores coisas da vida era a AMIZADE !
Os nossos amigos.
Onde têm sempre um lugar ainda mais especial aqueles que já o são desde a nossa infância.


Mas parece que as coisas já não são assim....senão leiam isto:

“Agente da PSP transferido por defender superdragão
.
Um agente da Divisão de Trânsito da PSP do Porto foi afastado das funções que exercia e transferido para um novo local de trabalho supostamente por ter sido testemunha abonatória do líder da claque dos Superdragões.

O depoimento do agente policial, na semana passada no Tribunal de Matosinhos, terá ajudado à absolvição do adepto do F. C. Porto, julgado em processo sumário por crimes de coacção e resistência sobre funcionário, ofensas à integridade física e invasão de recinto desportivo.
.
De acordo com informações recolhidas pelo JN, o polícia é amigo de Fernando Madureira desde a infância e desempenhava a função de motorista de um adjunto de um dos comissários da Divisão de Trânsito. Foi transferido para um parque onde estão guardadas viaturas apreendidas, o que, soube o JN, é considerado por elementos da PSP como uma "despromoção".
.
Esta opção da vida pessoal do agente terá caído mal no seio das hierarquias da PSP-Porto.
.
É que a medida de afastamento de funções coincidiu com o momento em que a instituição tomou conhecimento de que o polícia tinha prestado depoimento a favor do arguido, no processo em que eram ofendidos colegas colocados na PSP de Matosinhos.
.
O caso, recorde-se, teve a ver com tumultos ocorridos durante o jogo de basquetebol F. C. Porto-Ovarense, disputado a 24 de Maio, no Centro de Desportos de Matosinhos.
.
O elemento em causa depôs como testemunha abonatória de Fernando Madureira, relatando aspectos relacionados com a sua personalidade.
.
Os dois terão sido colegas na escola.
.
Aquele testemunho - conforme descreveu a juíza do processo na sentença -, aliado ao depoimento de outras testemunhas, terá ajudado o tribunal somente a perceber o modo de funcionamento da claque e as funções do líder, uma vez que o referido agente não presenciou os incidentes.
.
Recorde-se que Madureira alegou, em sua defesa, que procurou apenas acalmar os ânimos dos adeptos e não agredir os agentes da PSP de Matosinhos.Contactado pelo JN, o Comando Metropolitano do Porto da PSP escusou-se a prestar qualquer tipo de esclarecimento sobre esta matéria, pelo facto de tratar-se de "um assunto de âmbito interno".
.
Por isso mesmo, não foi possível confirmar se sobre a testemunha de defesa do líder da claque dos Superdragões irá recair um processo disciplinar, por alegada violação do dever de lealdade, ao, supostamente, não ter avisado os seus superiores hierárquicos de que iria depor no processo do amigo.”
.
Portanto, alguém vai a Tribunal (NÃO MENTIR SOBRE O QUE QUER QUE SEJA, MAS) apenas dizer bem do seu AMIGO, e, como consequência, é despromovido .... isto está bonito, está...
.
Apesar de tudo isto ser, na minha opinião, verdeiramente surreal e uma autêntica pouca vergonha, para mim, que fique bem claro, NADA MUDOU !!!! A AMIZADE vale bem este "crime" !!

1 comentário:

AZUL DRAGÃO disse...

Este "quintal" (à beira-mar plantado) está a ficar murcho.

É pena !
Porque é um lindo "quintal".

Culpa (dos piores ) de nós !