terça-feira, 5 de maio de 2009

Por mim, não renovava



.
E saía pela PORTA GRANDE.

Com lugar de grande destaque na HISTÓRIA DO CLUBE e do futebol português.

E com a minha ETERNA E ILIMITADA GRATIDÃO !

26 comentários:

Pentadragão disse...

Mas para o ano ou para o outro também sai pela porta grande com o Penta ou Hexa na mão. Só tem é que renovar. Não renovar seria um dano profundo na estrutura. Um grande passo atrás no que está ser feito.

http://rascordonline.planetaclix.pt

dragao vila pouca disse...

Se como tudo indica, Jesualdo for campeão, deve continuar porque fez um bom trabalho.

Criticar o treinador pelo jogo da Madeira, que não vi, mas que me disseram, até à saída por lesão, de Raul Meireles, estava a ter um muito bom Porto, não faz sentido e de ti, Situacionista, esparava outra análise. Farías sim, mas principalmente em casa, contra equipas que se fecham e raramente saiem para jogar. Fora, com mais espaço, temos de ter jogadores rápidos, para contra-atacar e não jogadores fixos, de área, que são úteis para jogos diferentes.

Não sou um grande fã do treinador do Porto e quando tive que criticar, crítiquei, mas trocar Jesualdo, por quem?
Só faria sentido alterar o comando da equipa, numa lógica de grande investimento, o que não vai ser o caso.

Um abraço

gmf disse...

Bom Dia

Concordo,Jesualdo não deve de continuar. Fez um optimo trabalho, agradeço tudo o que fez pelo FCPorto, mas chegou o momento de mudar. Considero um bom treinador, fez nesta epoca a sua melhor epoca, mas não me esqueço o que de menos bom fez:

-1ª epoca: Tivemos o título ganho por 3 vezes e por pouco perdemos.
Caímos aos pés do Chelsea, por erro tactico estupido. Com a eliminatoria empatada, com o Chelsea a chegar à igualdade com um frango de Helton, coloca a equipa toda ao ataque.

Taças: não me lembro.

-2ª epoca: Campeão com grande margem! Eliminados pelo "todo poderoso" Shalke, depois de um banho de bola na Alemanha.
1 mês para preparar final da Taça com Sporting, chegamos la completamente "rotos fisicamente"!

-3º epoca: Porto pouco consistente em casa, e uma equipa feita para jogar em contra-ataque. Demolidora no exterior!
Surpreendeu o Manchester em Old Traffor, mas perante o meio campo povoado no jogo da 2ª mão, não foi capaz de surpreender novamente o Manchester. Mais um elemento no meio campo exigia-se, principalmente quando estavamos em vantagem. A esta hora estariamos na meia final da Champions, com um treinador com uma cultura tactica bem mais apurada.

Azzulli disse...

O JF mudou um pouco.
Perdeu alguns medos.
Talvez por ter aqui vindo, ao Bicampeões do Mundo, ler que os adeptos queriam um FCP diferente…
Quem sabe!
Por isso é bom deitarmos cá para fora o que nos vai na alma.
É que aqui não somos mais que a voz do adepto. Várias vozes. Cada um falando por si. Para um FCP melhor.

A verdade é que não fomos a Manchester como fomos ao Arsenal.
Soube contratar, e construir uma boa equipa este ano.
Fomos longe na Champions, e estamos perto de vencer o Campeonato e Taça.

Mas ainda há coisas que me continuam a aborrecer.
JF não mudou totalmente.
As substituições tardias continuam, alguns jogam sempre por muito mal que estejam, a capacidade de fogo continua ténue, falta algum arrojo, temos tendência a usar o autocarro…

Concluindo, não é uma decisão fácil!

Uma coisa parece-me clara: não precisamos esperar uma desgraça para mudar de treinador.
E as mudanças também são boas, para mexer no grupo, para renovar, para dar novas hipóteses.
Senão os jogadores podem ficar acomodados…

Por outro lado, o NGP sabe quem quer para próximo treinador.
Eu não sei, mas o NGP sabe.
E sabe quando o quer.
Mas poderá ter de o contratar mais cedo, caso corra o risco de ele não esperar e ir para outro lado.

Nightwish disse...

Ora, exactamente. Com o Jesualdo, provavelmente seremos campeões novamente, até porque os adversários encontrar-se-ão novamente em reconstrução. Mas faltará sempre a alguma chama e ambição, e substituições que mudem o jogo.
A mudar, penso que só para um novo génio, porque o Prof. deu-nos uma grande estabilidade e mostrou ser capaz de ensinar muita coisa aos jogadores. Infelizmente, um adepto do FCP é sempre insaciável e pede sempre magia à sua equipa...

camilo disse...

Se Mourinho ou Capelo não estão interessados no lugar, então por mim:
- Dois anos mais de contracto par Jesualdo, e este ficará para a historia,
... como o treinador do BI-TRI!

Fanático disse...

Eu, cá por mim, ponho as coisas assim:

a) confiança absoluta no NGP para o que julgar melhor;


b) Todos nós gostavamos de um treinador mais arrojado,com ambição europeia, com mais sageza nas substituições e com maior visão táctica de não usar sempre o Lucho porque sim e que nunca se esquecesse que somos BI-CAMPEÕES DO MUNDO;

c) JF conseguiu (ou está em condições óptimas de) atingir os objectivos da época (tetra, taça portugal e quartos final da LC), fez uma equipa nova, com gente nova e miúda (ninguém já se lembra de PA, RQ ou ZB). E esses méritos são dele.

d) Ainda que saiba que no FCP qualquer treinador se arrisca a ser campeão.

e) Perante isto, não tenho problemas em assumir que só se deve mudar se tiver perspectivas de ir para melhor, ou seja escolhendo um treinador de top; um Mourinho, um Hiddink e não um Jorge Jesus ou outro de igual pequenez para o nosso FCP!

A opção não é fácil, mas também trocar de cavalo para burro, não!

E sem qualquer problema, se se tiver de trocar mais tarde, que se faça, que não é vergonha nenhuma!

O Situacionista disse...

Jesualdo era bom treinador.
Jesualdo, desde que entrou na universidade das Antas/Dragão, tornou-se um grande treinador.
Jesualdo sempre se comportou de uma forma fantástica com o Clube e connosco, adeptos.
Jesualdo foi fundamental em dois títulos do tricampeonato (para já).
Jesualdo, actualmente, tem o balneário na mão.

(Mas) Não é essa a questão.

Jesualdo é treinador do FC Porto.
Jesualdo tem o NGP.
Jesualdo tem um clube com uma cultura de vitória insaciável.
Jesualdo tem a estrutura do FC Porto.
Jesualdo tem o melhor plantel de Portugal.
Jesualdo tem um plantel cujo orçamento é o DOBRO do dos verdes (o argumento não pode valer só para comparar o FC Porto com as equipas da elite europeia…).
Jesualdo tem uma massa adepta que apoia incondicionalmente a equipa.

(Mas) Não é essa a questão.

Jesualdo tem um concorrente presidido, felizmente, por um fulano que não percebe patavina de futebol e que só se quer aproveitar o cargo para enriquecer. Ainda por cima esse concorrente é gerido por um ex-jogador de futebol que não percebe patavina de dirigismo (daí que no FC Porto o presidente dirija, o treinador treine e os jogadores joguem. Até porque nenhum deles sabe patavina do que os outros fazem). Para cúmulo, esse gestor foi contratar um espanhol que veio cá passar uns tempos porreiros sem se chatear muito (e que, felizmente, despachou o melhor defesa esquerdo do plantel (Leo), mandou o melhor avançado para o banco (Cardozo), queimou o Quim e descartou o Amorim para a direita).

Jesualdo tem outro concorrente com metade do orçamento e com um presidente cuja maior ambição é internar o anterior presidente, o qual, por sua vez, faz de lema de vida martirizar, com a sua tradicional senilidade, o actual presidente. Resultado, não há presidente…

(Mas) Não é essa a questão.

A questão é:
Jesualdo não coloca o FC Porto a jogar de acordo com aquele que, na minha modestíssima opinião, é o ADN do Clube.
O ADN do futebol do FC Porto é um futebol SEM MEDO.
Depois o ADN do futebol do FC Porto é um futebol baseado na POSSE DE BOLA.
E no ATAQUE CONTINUADO.
E não no … contrataque.

Recordem só o (nosso) futebol, entre outros, de Mestre Pedroto, do Rei Artur, de Sir Bobby Robson, do Guru Mourinho, e digam-me:

Era ou não um futebol à FC Porto ?
Era ou não um futebol de posse de bola ?
(sabem quantos passes houve em cada um dos golos do FC Porto em Viena ?)
Era ou não um futebol de ataque continuado ?
Era ou não um futebol fantástico ?
Era ou não um futebol que dava gosto ver jogar ?
Era ou não um futebol que extasiava os adeptos ?
Era ou não um futebol que enchia as Antas (e o Dragão com Mourinho) ?
E, para cúmulo,
Era ou não um futebol que nos levava às vitórias ?


É essa a (minha) questão.

Mas se for decidido pelo NGP renovar com o prof., não tenham a menor dúvida – Jesualdo, terá todo o meu apoio para o ano !

Se for decidido o contrário, opções não faltam...

camilo disse...

(update)
Grande JESUALDO!
Só ele pôs em sentido o MU.
O a. wenger, o futebol de posse de bola, esse levou um banho táctico...
... mas há quem não perceba..

Eterno Dragao disse...

Situacionista: subscrevo quase tudo o que dizes no post e no comentário.

Eu também não sou grande fã do Jesualdo (embora "O Eterno" esteja eternamente grato).

A questão é: haverá assim tantas opções (exequíveis) para o substituir? Com segurança?

Enquanto o Mourinho não decidir ser campeão europeu outra vez (o que só acontecerá quando regressar ao Dragão), talvez não seja fácil encontrar um treinador de "top" para vir para aqui.

Em resumo: por mim, o que o Presidente fizer, está óptimo!

bLuE bOy disse...

Já aqui foi dito, e vou apenas parafrasear essa expressão, a qual, comungo a 101%:

"o que o Presidente fizer, está óptimo!"

Ora nem mais... não fui, como não continuo a ser um indefectivel de JF, mas pelo trabalho, pelos títulos e pela "defesa" (sozinho!!) que durante e muito tempo fez ao FC Porto na imprensa, merece a renovação... com o meu total apoio!!!

O Situacionista disse...

Meus caros,

Com este post quis apenas dar a conhecer a minha opinião.

E saber a vossa. Independentemente do sentido da mesma.

E fi-lo, num momento devidamente ponderado e que considero oportuno porque o prof. e o FC Porto estão claramente em alta e muito perto de alcançar mais um título.

Como já disse, se o prof. ficar, como registo que é o desejo da maioria dos portistas, será o meu treinador. Para toda a época.

Apesar de eu achar que havia algumas boas alternativas (de outra forma, talvez não tivesse feito o post). Em Portugal. E até de treinadores portugueses. E uma delas acredito piamente que mais cedo ou mais tarde será ... um regresso a casa. Tem todas as condições e mais algumas para isso. E não, não estou a falar de Mourinho...



P.s. - Camilo, esse argumento não cola. E logo com esse Wenger que é um perdedor. A não ser que eu lhe possa responder assim:

"O Barça, o futebol de posse de bola, é uma verdadeira maravilha para quem gosta de futebol ... mas há quem não perceba..."

Está a ver ?

Apesar de isso não garantir que no jogo de logo, que considero imperdível, o Barça ganhe. Até porque do outro lado também está uma grande equipa e um grande treinador.

Mr.Duke disse...

Se no ano da Champions jogamos um futebol de posse com o Lyon, com o Corunha e na final, então peço desculpa mas não vi os jogos, nem tão pouco vi o último campeonato do Mourinho.

São raríssimas as equipas que jogam em posse e ganham títulos na actualidade.

Se falamos na diferença de orçamento a nível interno e exigimos muito muito mais fruto de uma pequena diferença quando usamos o mesmo argumento a nível internacional onde as diferenças vão de 40 para uma média de 250 e contra a generalidade das equipas então o que pedir a nivel internacional.

Para jogar um futebol de ataque e ter sucesso a nível internacional é preciso mais muito mais.

Quando ganhamos em Viena a Taça dos Campeões tinha um representante por pais.

Penso também que não nos podemos esquecer ou apagar as épocas pré e pós Mourinho em que a estrutura não ganhava sozinha em que a Universidade do Dragão não logrou finalistas.

Quando falamos em mudar tem que ser para melhor e sem esquecer essas nefastas épocas em que a falta de um treinador nos prejudicou a vida ou será que já ninguém se lembra que quando chegou o Mourinho já não éramos campeões a 3 anos e que depois de ele ir embora e até vir o Jesualdo as nossas participações europeias eram fracas.

Não sou um grande adepto do Jesualdo mas não vejo neste momento ninguém melhor para treinar o nosso clube.

O Situacionista disse...

Mr. Duke,

Note bem que eu não tirei méritos ao Prof..

Apenas defendi que ele, além de por vezes ser medroso, tem um CONCEITO DE FUTEBOL diferente daquele que eu mais gosto e que, na minha modesta opinião, faz parte do ADN do futebol do FC Porto.

Depois, relativamente ao seu primeiro argumento, também não colhe. Aliás, ao contrário do que diz, eu acho que com Mourinho era tanta a posse de bola que até o "descando" da equipa durante os jogos ficou famoso como sendo o ... "descando com bola" !

Azzulli disse...

Quanto ao proximo treinador:
o Guardiola não era um grande treinador, não tinha reconhecidos méritos.
No entanto, o Barça pratica o mais fabuloso futebol que temos visto nos ultimos anos...

O Contista disse...

Portanto, está decidido: vamos contratar o Guardiola! Bem visto... :-))))

Mais a sério, esta é uma das decisões mais complicadas a tomar (ou não, se calhar - e até é o mais provável - a decisão foi simples e está há muito tomada...), para o futuro.

Não sou (nada) adepto do profe, mas é inquestionável que (em princípio) vai atingir os principais objectivos a que se propôs. Na Champions, também creio que nenhum portista saiu envergonhado.

Por outro lado, concordo totalmente com a opinião do Situacionista!

Por outro lado ainda, será que, tal como por aqui foi dito, podemos facilmente arranjar melhor?

Honestamente, não queria ser eu a decidir. Fica tudo nas mãos do NGP, ele saberá, concerteza, o que fazer...

Azzulli disse...

Bem, agora vou ver o Barça!
:-)

Mr.Duke disse...

Não colhe é uma boa forma de contestar os factos e a realidade...

Antes da chegada de Mourinho o FCP não ganhava o campeonato a mais de 3 anos, de facto, na realidade, a estrutura, a organização e todo um conjunto de vertentes que transformam o treinador quase num mero boneco não nos permitiu ganhar, a escola, a universidade a tese tudo foi chumbado, é real, aconteceu.

O que eu defendo é que quando se pensa mudar só para melhor e tendo em conta a realidade do nosso futebol, do nosso pais, os nossos resultados são bons, muito bons.

Pergunto-me o que fariam os adeptos do Real Madrid, do Arsenal, do Milão e de tantas outras equipas europeias se aderissem a esta filosofia do tem resultados e mesmo assim muda.

Vejo muito não Jesualdo mas ainda não ouvi nenhuma alternativa óbvia ou válida.

Os adeptos portistas costumam ser um bom barómetro e bastante assertivo vindo na mesma senda do seu Presidente e assim sendo penso que a decisão certa será tomada, porque é a correcta e é a mais justa.

Em Portugal não se dá o devido valor nem se tem o devido respeito pelo trabalho e por tudo quanto as pessoas dão aos clubes.

Em Inglaterra Vítor Baía ainda estaria a jogar, Jorge Costa tinha acabado no seu clube de sempre e muitos mais casos poderia citar de ingratidão.

O nosso treinador e porta voz cumpriu com todos os objectivos e gostando-se ou não deve ter o direito de continuar, não se pode mudar e despedir quem cumpre com tudo que lhe é pedido, existem objectivos delineados e tendo sido cumpridos a questão nem se coloca.

O Soldado Azul disse...

Em jeito de sintese:

- Tem a minha gratidão, o meu respeito e o meu aplauso pelo trabalho que desenvolveu e pelos titulos conquistados!
- Procuro ser sempre coerente com as minhas analises: preferia que não ficasse fundamentalmente por 2 razões:
A primeira (e concordando com o Situacionista), é um tecnico com MEDO! Para explicar eu tenho uma teoria que já tive oportunidade de partilhar com os meus amigos (alguns fundadores deste espaço): o objectivo publico na CL é chegar aos "oitavos"! Concretizado o objectivo (na mente do Prof) não é necessario ter medo dado que ... o objectivo está cumprido..., logo colocou a titular contra Atletico e contra o Manchester os "teoricamente melhores" sem nenhum elemento adicional defensivo no meio-campo, como normalmente faz quando joga (fora)na fase de grupos contra equipas teoricamente superiores! Esta época, como resultado, eliminámos o Atletico, demos um "banho de bola" em Old Traford e só não eliminámos o Manchester no Dragão porque sofremos "cedo" e ir à "procura do prejuízo" contra equipas que são exímias na arte de defender, tacticamente perfeitas, ... é impossivel!!!!
Se jogassemos contra o Manchester na fase de Grupos certamente que em Old Traford jogaríamos com "mais um elemento defensivo no meio campo" como é apanágio do Prof...
Isto aconteceu igualmente nas épocas anteriores...
A segunda é que não considero o Prof um bom treinador de campo, que saiba interpretar devidamente como está a desenrolar o jogo e muitas vezes tarda e "erra" nas substituições (lembro-me por ex. muito recentemente a "saída" do Rodriguez contra o Manchester no Dragão...
Li neste espaço que não há alternativas... não concordo! Acho que temos um treinador português muito bom, que já demonstrou que sabe criar equipas de elevadíssima qualidade, (Belenenses, Braga...)que incute nos seus jogadores a "alegria" de jogar, que sabe interpretar devidamente os jogos, que sabe efectuar alterações! É a minha modesta opinião, que "vale o que vale": o seu nome como certamente já perceberam é Jorge Jesus!
Há quem diga que no nosso clube não daria resultado devido à estrutura vigente e ao "posicionamento" do treinador que não se enquadra com o tradicional feitio do Jorge Jesus... É discutível! Gostaria de o ver no nosso clube mas tudo leva a concluir na continuidade do Prof...
Saudações

O Soldado Azul disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Azzulli disse...

Aproveitando o jogo de hoje, o JF ficar ou não é um pouco escolher entre sermos um Chelsea ou um Barça…
Ambos são grandes, mas só um deles joga bonito.
Um tem tracção atrás, o outro à frente.
JF é um Chelsea.
Eu prefiro um Barça.
Figurativamente.

Se JF não tivesse defeitos ninguém queria que saísse.
Mas como tem alguns…

É arriscado mudar.
Mas também é uma estratégia.
Que até tem sido a nossa.

Também se nos tivessem perguntado se queríamos que o Paulo Assunção saísse diríamos que não. Mas eis que surge um Fernando.
Bosingwa sair? Não. Mas cá está um Cissokho.
Quaresma? Temos um Hulk.
Pepe? Temos um Rolando.
Mudar pode ser bom.

Quaresma, por exemplo, é um JF.
Marcava golos, era o rei das assistências. Mas nem todos gostavam dele.
Porque tinha defeitos.
Mas fomos campeões com ele.
Cumprimos os objectivos.
Mas foi ou não melhor vendê-lo? Acho que sim.

Não sou adverso a nenhuma das hipóteses.
Mas queria um Porto mais à Porto.
E não parece que JF o faça.
Escolher quem para o seu lugar?
Está lá o NGP para o escolher.

Mr.Duke disse...

Pelo que leio penso ser unânime que o Jf tem melhorado de ano para ano desde que cá chegou, assim sendo, o próximo ano só poderá ser melhor, pelo menos assim espero.

Quanto ao outro treinador falado também acho que é um bom treinador, agora segundo consta ganha mais onde está do que o Jesualdo ganha no Porto e ainda tem uma clausula que obriga a que nenhum jogador do plantel possa auferir um salário maior do que o dele.

O Chelsea está com muito galo, num ano vai aos penaltis e o Terry escorrega no penalti de vitória, no ano seguinte é roubado em casa e perde o apuramento no último minuto, deve ser difícil ser adepto do Chelsea nestes últimos dois anos, nem consigo imaginar se acontecesse o mesmo ao FCP.

Senão ficar o JF gostava de ver ou o Jorge Jesus, o Azenha ou o Paul Le Guen.

O Situacionista disse...

Azzulli, foste "figurativamente" muito feliz na análise.

Ontem, venceu a equipa que teve mais sorte. Inclusive na arbitragem. E que fez por merecer tê-la. E que joga um futebol estupendo.

Quanto à arbitragem, apesar de ter prejudicado bastante o Chelsea, também na 1ª mão tinha prejudicado o Barça (perdoada expulsão a Balack e um penalty por marcar contra o Chelsea).

Mas o melhor comentário que vi sobre a arbitragem foi feito pelo Eterno que me disse qualquer coisa do género:

"Este árbitro conseguiu superar o Lucilio Baptista naquele célebre Sporting-FCPorto..."

Aquele em que o Lucilio perdoou 4 penaltis aos verdes...

O Situacionista disse...

Só mais uma nota sobre o jogo de ontem:

Aquele abraço do jovem Guardiola ao fabuloso Hiddink, a 2/3 minutos do fim, em jeito de "rendição" antecipada, foi uma imagem fantástica.

E depois, o futebol tudo mudou...

Fanático disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fanático disse...

Só vi os dez minutos finais da 1ª parte e os 10 m finais do jogo, mas, pelo que vi e ouvi, a final teria de ser um confronto Ronaldo-Messi, com ajuda do lucilinho norueguês...Alias, do que vi, só deu Chelsea.

Quanto à questão primitiva do treinador, assumam os defensores da não continuidade quais as vossas opções, e assim sim, veremos se opção é de "cavalo ou de burro"...

De qualquer forma, Azzulli, figurativamente está bem apanhado.