segunda-feira, 27 de abril de 2009

Ufa... Sem Hulk e Luxo foi uma vitória LIXAda

26ª jornada da Liga 2008/2009
Estádio do Dragão, no Porto
Árbitro: Paulo Baptista (Portalegre)

FC PORTO: Helton, Tomás Costa, Rolando, Bruno Alves «cap» e Cissokho; Mariano, Fernando e Raul Meireles (Guarín aos 90m); Lisandro (Rabiola aos 89m), Farías e C. Rodríguez (Tarik aos 84m);
Treinador: Jesualdo Ferreira;

V. SETÚBAL: Kieszek; Janício, Robson Auri e Anderson; Hugo e Zoro; Bruno Gama (Michel aos 57m), Ricardo Chaves (Regula aos 70m) e Leandro Lima (Bruno Ribeiro aos 57m); Leandro Carrijo;
Treinador: Carlos Cardoso;

Resultado final: 2-0;
Marcadores: Lisandro (aos 61m e 68m);

17 comentários:

dragao vila pouca disse...

Foi um jogo muito parecido com o de Coimbra: primeira-parte fraca e melhorias substanciais, na segunda, levam a vitória justa, com exibição pouco brilhante.
Mas, se nesta altura, sem dois dos jogadores mais influentes - Lucho e Hulk -, não é tempo para Ópera e sim tempo para ganhar, as exibições das primeiras-metades, não se podem repetir, sob pena de podermos sofrer dissabores, derivados de más entradas no jogo.

Lisandro na hora certa e no momento oportuno, assumiu-se e liderou a equipa para a vitória. São assim os grandes jogadores: aparecem nas alturas decisivas!

O jogo de Domingo, na Madeira, frente ao Marítimo, é a chave do título.

Um abraço

O Situacionista disse...

Subscrevo o comentário do Vila Pouca.

Com uma nuance, para mim a chave do título é uma e só uma – LISANDRO !

O único que resta com capacidade de decisão (e, para exponenciar esse mérito, Farías é muito importante).

Para além disso é fundamental que o prof. mantenha este onze, com uma única alteração – sai Tomy e entra Fucile (a única explicação que encontro para o Fucile não sido titular ontem é o facto de ter 4 amarelos).

O Situacionista disse...

Desta vez, ao contrário do que fizeram a semana passada, os jogadores do Setúbal, depois de receberem de “fonte anónima” durante a semana não sei quantos ordenados, correram. E correram. Inclusive, o Zoro. Que, este fim de semana, não teve nenhuma recaída súbita antes do jogo. E que além de correr distribuiu pancada...

Uma maravilha.

Mas confesso que estou indignado.

A corrupção alastra no futebol português.
Tudo por causa do FC Porto.
Não, não é por causa de jogos no Algarve.
Agora o sistema são os emprestados.

Lembram-se do nosso jogo com o Leixões ?
Os jogadores emprestados/contratados pelo FC Porto só deram abébias. Foi o Beto, o Diogo Valente, o não sei das quantas, todos.
Todos a abrirem as pernas.
E o Mota sem fazer nada.
E há muitos mais jogos assim.
Ontem foi mais um.

...UPS ...
PARA O JOGO DE ONTEM NÃO É ESTA CASSETE...
ESPEREM ... VOU TROCAR ...

Pois é, como vos dizia a corrupção agora é com os jogadores emprestados.
Porquê ?
É simples.
Muito simples.
Então não é que ... os jogadores emprestados, AFINAL, jogam muito ??? E os treinadores deles os tiram de campo de propósito porque eles jogam de mais ?
Ah, pois é !!!

Aliás, até há palhaços infiltrados em jornais sérios, que o confirmam e lançam a suspeição:

“Minuto 58 do FC Porto-Vitória de Setúbal. De uma assentada, Leandro Lima e Bruno Gama foram substituídos por dois colegas de equipa. Coincidência ou não, Leandro Lima e Bruno Gama, jogadores emprestados pelo FC Porto ao Setúbal, estavam a ser os dois jogadores mais perigosos dos sadinos. Coincidência ou não, o jogo que estava empatado ganhou outra vida quatro minutos depois com o primeiro de dois golos de Lisandro (2-0). O tiro no pé de Carlos Cardoso deu uma segunda vida ao campeão nacional.

Alguém quer explicar a substituição? Pontaria de Carlos Cardoso, que na véspera até vaticinara uma “gracinha”? Sorte de Jesualdo Ferreira, que via o placard a andar para trás? “Com a saída dos dois jogadores, o FC Porto passou a ter mais espaço e mais linhas”, respondeu Jesualdo. “Já não atacavam com a mesma intensidade”, justificou Carlos Cardoso.
(Jornal Público)


Pois é, o Carlos Cardoso está COMPRADO ! Pelo Pinto da Costa, claro.

Só assim se explica que não tenha deixado jogar mais os emprestados.

CORRUPTO, este Cardoso !


Ora bem,
Eu só queria pedir um favor aos antiportistas e respectivos palhaços:

Afinal, os emprestados/contratados do FC Porto jogam de mais ou ... de menos ?

E o Zoro, joga de mais ou de menos ?

Decidam-se !


P.s. – Imaginem só o que seria se o 1º golo dos verdes, marcado por Postiga, que resulta de uma falha de marcação de PRINCIPIANTE de Nuno André Coelho, fosse num jogo contra nós ?...

O Situacionista disse...

Só para relembrar os mais distraídos:


"Zoro não jogou contra a "sua" equipa

Zoro foi baixa de última hora na equipa do Setúbal. O defesa-central, que está emprestado pelos encarnados à equipa sadina até final da temporada, voltou anteontem a sentir dores num dos adutores e por isso já não defrontou o Benfica, detentor do seu passe."


Como se sabe, os vermelhos ganharam por 4 ...

Ricardo disse...

Situacionista,

casos em que o jogador emprestado não joga contra a equipa que lhe paga são vários. O Porto lidera nesse aspecto, toda a gente sabe disso.

De qualquer forma, o que aqui é estranho não é eles não terem jogado (o que seria natural, sempre que são jogadores do Porto, uma constipação, uma gripe, um problema familiar), é eles terem jogado e saído aos 60 minutos OS DOIS! SENDO QUE SÃO OS MELHORES JOGADORES DA EQUIPA.

Ou queres, lucidamente, dizer que Leandro Lima e Bruno Gama têm a mesma importância na equipa do Vitória que o Zoro?

Aceito que aches que não há nada de estranho - eu acho que há porque, de facto, é muito estranho, agora não venhas dar lições de moralç falando em jogadores que não jogam contra o seu clube quando esses casos se verificam quase sempre em relação ao Porto.

Grande primeiro golo do Lisandro.

Ricardo disse...

Ah só um pormenor: saíram quando o resultado estava 0-0. Talvez estivessem a exagerar. Convinha tirá-los de campo.

Azzulli disse...

Estamos a acusar a falta de Lucho e Hulk.
E a entrada dos jogadores para substituírem esses dois, tem de ser assimilada pela equipa.
Não fizemos um jogo bom.
Mas acho que vai dando para vencer os jogos que restam.
Desde que continue a haver empenho e concentração.

O Tommy jogou a defesa direito, e jogou mal.
A não repetir.

Farias praticamente não jogou. Há incompatibilidade entre o modo de jogar da equipa, e o modo de jogar dele. E há que resolver isto. Se ele joga e não sabe jogar de outro modo, temos de jogar para ele. Coisa que não temos feito.
Mas Farias não desiste, e lá esteve ele nos dois golos.
Por isso, acho que deve manter-se no onze, mas vamos jogar mais para ele SFF.

Lisandro esteve enorme.
É excelente que assim esteja neste fim de época importantíssimo.

Quanto à saída dos dois jogadores emprestados ao Setúbal, ao minuto 58, eu não tenho dúvidas que há algo no contrato que se altera caso eles jogassem mais de 60 minutos neste jogo. E provavelmente haverá algo diferente caso eles não jogassem de todo, ou jogassem o jogo todo. E provavelmente haverá algo diferente caso eles joguem mais de uma percentagem de todos os jogos da Liga.
E parece-me bem.
Jogaram 58 minutos a um excelente nível.
Melhor que se tivessem ficado no sofá, como o Zoro noutro jogo...

Barba azul disse...

Ricardo, fizeste-me lembrar uma definição que li não sei onde sobre o "etc": "o descanso do sábio, o refúgio do ignorante".

Como eu sou muito esquecido (para não dizer mesmo ignorante na matéria), documenta lá o teu "toda a gente sabe disso" a propósito de jogadores emprestados que não jogam contra as suas equipas de origem. Não tenho dúvida que tu sabes, mas arranja aí uma tabela dos jogadores emprestados a outras equipas da 1ª divisão pelo Porto, Benfica e Sporting e cruza com as ausências em jogos contra os emprestadores.

O Situacionista disse...

FACTOS:

Jorge Ribeiro ... Boavista ... jogo contra os vermelhos .... penalty a favor do Boavista ... parte para a bola e ... passa a bola a Quim ...


Makukula ... Marítimo ... jogo contra os vermelhos .... penalty a favor do Marítimo ... Makukuka, contra as ordens do treinador, pega na bola ... e passa a bola a Quim ...


ADIVINHA:

Qual foi o clube onde jogaram Jorge Ribeiro e Makukula no ano seguinte ?


NOTA:

Para mim Ribeiro e Makukula tiveram apenas um dia azarado ... como Zoro, há uma semana atrás ...


CONCLUSÃO:

Carlos Cardoso é um CORRUPTO !

Ricardo disse...

"Quanto à saída dos dois jogadores emprestados ao Setúbal, ao minuto 58, eu não tenho dúvidas que há algo no contrato que se altera caso eles jogassem mais de 60 minutos neste jogo. E provavelmente haverá algo diferente caso eles não jogassem de todo, ou jogassem o jogo todo. E provavelmente haverá algo diferente caso eles joguem mais de uma percentagem de todos os jogos da Liga.
E parece-me bem.
Jogaram 58 minutos a um excelente nível.
Melhor que se tivessem ficado no sofá, como o Zoro noutro jogo..."

Azzulli, concordo que pode ser isso. Mas é isto digno? É isto correcto? O futebol português não deveria fazer algo para que situações destas não acontecessem? É que, se for como dizes, acabamos numa situação como a de ontem no Dragão: a equipa dos jogadores emprestados está a conseguir um bom resultado e depois vê-se obrigada a retirar os seus dois melhores jogadores por uma imposição de quem os emprestou.

Há qualquer coisa de promíscuo nisto.

E, atenção, casos iguais a este nunca tinha visto mas lesões fictícias há-as por todo o lado e de todos os grandes. Apesar de ser o Porto, também por ter muitos mais jogadores emprestados, quem lidera este tipo de situação...

bLuE bOy disse...

Michôm cumprida e mai'nada!

Inicio da tarde por Fânzeres, com as aventuras recambolescas do Lucho e do Estilhaço, mais logo, na primeira pessoa do singular do ainda "Lucho"... aguardem :D

Chegada ao Dragôm, conBersa puxa conBersa com a malta do costume, desta vez com o Zé Miguel (gand'Abraço Amigo), mas tb com o Dragão 66 que andava a faltar muito aos treinos... no resto, a malta do costume... fora o VilaPouca que não apareceu desta vez.

Quanto ao jogo propriamente dito, foi mais ou menos assim:

1. primeira parte lenta, mastigada e com poucas, muito poucas soluções;

2. segunda parte, com maior rapidez na circulação de bola e movimentações que deixavam a defesa contrária descompensada; e

3. o regresso de Lisandro, o Super Lisandro aos bons velhos tempos... em 5 minutos, cheque-mate na defensiva... de 5 centrais!

4. depois, gerir e relaxar bastante porque o tempo estava a andar demasiado pró meu gosto, e golos, nem vê-los... tudo acabou bem, por isso, que mais pedir?

Faltam 3 bitórias, 3 simples bitórias... desde que os calimeros não se "enterrem" até lá :D

ps - de primeira parte, pensava que já tinha bastado Coimbra... afinal, enganei-me... brinquem, brinquem, depois queixem-se!!!

Dragaopentacampeao disse...

Da primeira parte nem é bom falar porque o FC Porto, o verdadeiro, só entrou no segundo tempo.

Jesualdo deve ter puxado algumas orelhas!

A equipa recente-se naturalmente de duas ausências importantes como são a de Lucho e Hulk. Mas também do desgaste que o mês de Abril obrigou.

Apesar disso, o FC Porto logrou manter-se na crista da classificação e não cedeu qualquer ponto, dos quatro de vantagem que já dispunha, o que tem provocado alguma azia dos rivais.

Lisandro é agora o próximo alvo a abater. Pancadaria não tem faltado, ainda ontem voltou a ser bombo da festa. Só nos faltava perder mais este baluarte.

Seguem-se dois jogos de grandes dificuldades, contra adversários que nos costumam surpreender.

Só considerarei o campeonato ganho quando matematicamente estiver garantido. É que a irregularidade exibicional pode trazer dissabores.

No entanto, se o Porto trouxer da Madeira os três pontos o objectivo estará muito mais perto.

O fim deste ciclo arrasador de dois jogos por semana contribuirá certamente para um desempenho mais regular. Assim o espero.

Um abraço

Justiceiro Azul disse...

Ricardo

Parece-me que deves ser grande amigo do Octávio Machado!

Tal como ele também dizes que há verdades evidentes, que toda a gente sabe. Mas quando te pedem para concretizar...

Fanático disse...

O jogo, resume-se no essencial aos golos do Lixa e pouco mais. Ainda bem que o Lisandro percebeu que, nesta recta final da época, tem de ser o farol, a luz e âncora do FCP!!!

Ricardo, não admito que a sua inteligência não tenha dado para perceber a ironia do Azzulli...No mais, "já se sabe" que o NGP telefonou aos 58 m ao Carlos Cardoso... e até há uma escuta telefónica válida e fidedigna, que o confirma!

rapariga do norte disse...

Este jogo é facil de resumir, o porto entrou melhor na segunda parte e o Lisandro voltou a ser decisivo.

Quanto a polemica em relação ás substituições, é isso mesmo polémica e mais nada, à quem tenha que ter sempre forma de desculpar os seus insucesso

God...formerly knowned as Alceu... disse...

O desespero é elevado para as hostes da 2ª circular.
É normal que vejam conspirações em todo o lado. já que seria algo que vocês utilizariam para ganhar um jogo...como aliás até já o fizeram: Makukula e Jorge Ribeiro não serão esquecidos.
Em relação a esse patético que escreve no Publico, apenas deixo a dica que daqui a 3 jornadas a azia que sofre neste momento irá aumentar para níveis perigosos.

Nightwish disse...

Graves e comprovadas são as agressões semanais aos jogadores do FCP. O resto são teorias semanais de quem também gostava de ganhar...
A ver vamos como vai jogar o Nacional...