sexta-feira, 19 de junho de 2009

O Orelhas e a (boca da) sua nova sombra...


.

.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.
.

10 comentários:

O Situacionista disse...

Eu já tinha avisado, mas espero que não se confirme:


"Benfica
Providência Cautelar pode suspender eleições

Adolfo Pereira, apoiante da candidatura de Bruno Carvalho, apresentou ontem uma providência cautelar no Trbunal Cível de Lisboa. O objectivo é suspender as eleições marcadas para 3 de Julho, tal como o CM noticiou em primeira mão no passado dia 17.


O processo estava nas mãos do advogado Dr. Francisco Pimentel, e restante equipa, tendo sido considerado que havia condições para se avançar com a providência.

Esta medida, apurou o Correio da Manhã, está relacionada com a rejeição da candidatura de Bruno Carvalho por parte de Manuel Vilarinho, actual presidente da Mesa da Assembleia Geral dos encarnados.

“Veremos quem tem razão”, disse ao CM fonte próxima de Bruno Carvalho.

Com o recuo de José Eduardo Moniz, como cabeça de lista do Movimento ‘Benfica, vencer, vencer’, Luís Filipe Vieira está, neste momento, sozinho na corrida às eleições do próximo dia 3.

( http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000021-0000-0000-0000-000000000021&contentid=13A0BC21-A042-473F-8035-403C7B3A6E51 )

Azzulli disse...

É uma verdadeira bagunça lá na casa dos vermelhos...

O Situacionista disse...

Entretanto, o Cão Raivoso voltou a atacar os que não apoiam o Orelhas:


"A passagem meteórica de José Eduardo Moniz pelas eleições do Benfica foi importante para o clube.

Ao sair de cena tão rapidamente como entrou, Moniz, homem avisado e habituado a lidar com auscultações públicas, mostrou não se achar à altura do desafio que lhe propuseram e que ele, de forma algo leviana para as responsabilidades que detém, encarou.

José Eduardo Moniz, que há uns anos, por insistência de interposta pessoa, acabou por recuperar o número original de sócio, viu-se assim derrotado, não por KO mas por falta de comparência.

Ao decidir não entrar na peleja, Moniz enterrou, simultaneamente, José Veiga, que se quis apropriar da imagem do boss da TVI, fazendo-o seu candidato, o que lhe valeu imediatas críticas de dentro do «Benfica, vencer, vencer».

O flop de Moniz foi, ao mesmo tempo, a prova de que aos opositores de Vieira faltava consistência e coerência e que aquilo que os unia era apenas a vontade de derrubar o presidente demissionário, não tendo qualquer projecto, para além de uma série de lugares-comuns, para o clube.

Era impossível que daquele saco de gatos saísse algo de bom (independentemente do indefectível benfiquismo de muitos deles), o que explica que José Eduardo Moniz não tenha sido a primeira, segunda ou terceira escolha para enfrentar Vieira.

Mas além da vitória por falta de comparência de Luís Filipe Vieira, outro facto deve ser relevado. Há, neste momento, patrões dos media a tomarem Kompensans por terem visto o tiro sair-lhes pela culatra.

Um dia será escrita, por certo, toda a história destes dois dias que apenas deixaram o presidente-candidato mais forte."
(hoje na Bola)


Morde-lhes, Cão Raivoso.
É assim mesmo.
Nunca pensei concordar com ele na vida. Sequer uma vez. Então 2...
Também acho que a malta que não apoia o Orelhas é uma cambada de estropícios que não faz parte dos 20 únicos e verdadeiros vermelhos de que falava o Vilavinho.
Viva o clube mais grande dos clubes mais grandes.
Morde-lhes, Cão Raivoso.

Nightwish disse...

hehehe.HAHAHAHAHAHA.HIHIHIHIHIHIHI.

Sempre disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Ricardo disse...

Esse Delgado é uma besta. Como é possível um jornalista, além de apoiar indecentemente o Vieira num jornal desportivo há não sei quantos anos, escrever coisas como: "Há, neste momento, patrões dos media a tomarem Kompensans por terem visto o tiro sair-lhes pela culatra."?

Surreal.

Mais uma oportunidade perdida de tirar o Vieira do palanque.

Nightwish disse...

@Sempre
Tou farto destes revolucionarios do futebol, sempre a atirarem-nos para a cara a centralização de tudo como se fosse a solução dos problemas. Nota-se o sucesso que têm ao nível político, porque raio havia de o querer para o nível do futebol? Além do mais, uma das propostas é ilegal, e moralmente viola a livre escolha dos clubes de serem tratados como empresas.
Não nos venham pedir contas pela má gestão dos vossos clubes pelo qual vocês são complacentes. Tal como se a situação "prejudica os Clubes portugueses nas competições europeias", mais uma vez, é porque os clubes claramente não sabem aproveitar as oportunidades.Há pelo alguns clubes que sabem ter fantásticas actuações.
Mais: se descobriram que "não estimula a formação e afirmação de novos talentos", descobriram que estão em Portugal, parabéns. Deixem de se armar em prima-donnas e façam por mudar a situação, o que não passa por querer mudar aquilo que não precisa de ser mudado.
Quanto à profissionalização dos árbitros, "Profissionais incompetentes continuam a ser incompetentes" e, diria eu, tendenciosos, seja porque razões forem.
Em suma, julgo que essa "revolução" não ia mudar coisa nenhuma, e se mudasse certamente nunca seria para melhor. A revolução que se impõe é na cabeça dos sócios para saberem escolher dirigentes que saibam olhar para o futuro e ignorar as infinitas promessas, o resto resolver-se-à naturalmente, pois é essa a lei do mercado (que o futebol é, já deixou de ser desporto, e para sempre, há muitos muitos anos).

Eterno Dragao disse...

Parece que o "Amigo Adolfo" já se assustou e retirou a providência cautelar...

O Situacionista disse...

Vamos aguardar se não virá aí nova providência.

Tudo vai depender da decisão do Vilavinho ... e deste dar (ou não) o dito (não aceitar a candidatura do Bruno Cravalho) pelo não dito ...


P.s. Parece-me que hoje, com a estória dos espanhois, poderá ter sido o início do último estrebuchar do Cão Raivoso ...

O Situacionista disse...

Felizmemnte, o Vilavinho deu o dito por não dito ...

(pese embora ele não se lembre de ter dado o dito...)


“Listas de Vieira e Bruno Carvalho aceites

O presidente da Assembleia-geral do Benfica, Manuel Vilarinho, confirmou que as listas encabeçadas por Luís Filipe Vieira e Bruno Carvalho "estão formalmente aceites", tendo a de Carlos Quaresma sido rejeitada por ser ininteligível.”

( http://www.record.pt/noticia.aspx?id=9e4dee78-ef39-401e-94c0-ba3443e3ba6d&idCanal=00000011-0000-0000-0000-000000000011 )