sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Dá que pensar...

...enquanto uns, mesmo sendo da mesma cor, destilam ódio entre eles, outros, mesmo em referência a alguns de outras cores, pensam assim:
.
Amigo Leal
Tem sido uma prática vulgar, embora algo excessiva para o meu gosto, ouvir-se da boca de muito boa gente, em atitude compenetrada, frases como esta: «Ah, eu cá sou muitíssimo amigo do fulano», ou então «sou muito leal a sicrano...».

Ora, desde logo aí, tratando-se de sentimentos tão nobres que exigem reciprocidade e que de vulgares nada têm, devia-se em relação a eles uma abordagem mais rigorosa e exigente; confesso, sem receio, que esta quantificação tão leviana quanto aligeirada, me confunde sobremaneira e, não escondo, me causa até uma certa irritação, sobretudo quando provém de pessoas que se desdizem logo na primeira e oportuna circunstância.

Sou de opinião firme, que aqueles conceitos tão abrangentes e fáceis para alguns, para mim permanecem absolutamente restritos, o que vale por dizer que ou se é Amigo Leal, ou não se é, e....ponto !

Vem este intróito a propósito da passagem do dia 25 de Janeiro do ano da graça de 2007. Nessa data feliz, completou 90 anos o meu amigo Fernando Martins. Conhecemo-nos em 1982, há precisamente 25 anos. Celebra-se, pois, agora neste quarto de século , por assim dizer, as bodas de prata de uma Amizade Leal, ininterrupta, sincera e despretensiosa.

Dirigente de eleição do nosso arqui-rival SL Benfica, de cuja instituição foi Presidente marcante e com obra feita - construção do 3º anel do Estádio da Luz final europeia de 1983, campeão nacional e outros tantos títulos de que nem me quero lembrar, homem sério como há poucos, nunca Fernando Martins necessitou de utilizar o fácil e repugnante argumento de denegrir a imagem dos outros para se impor.

Assim sendo, não houve, não há, nem imagino que haverá rivalidade que possa impedir ou contrariar este duradouro relacionamento fraternal, nem adjectivos suficientes para qualificar este HOMEM digno.

Se, por suposta estupidez humana, o seu exemplo e a sua lição de vida não servirem a uns quantos, pelo menos, que entronque em alguns, que de tão materialistas , nem percebem o que é ter sentimentos.

Não sou homem de ir a Lisboa com frequência, mas apenas quando preciso.
No entanto, por ele, pelo meu Leal Amigo Fernando Martins, iria lá todos os dias...

Bem-haja !”
.
(NGP, na "Página do Presidente", na revista Dragões deste mês)

5 comentários:

Hugo Cunha disse...

Situacionista
Uma achega "offtopic"

Diz que é do cabelo, diz....
(o CNAD devia ter um elemento no galinheiro a fulltime, he, he)

"António Tavares, jogador internacional do Benfica e capitão de equipa, acusou doping em dois controlos recentes, razão pela qual não tem sido utilizado, nas últimas partidas, pelo técnico Henrique Vieira.

O rumor de que algo de errado se passava com o base encarnado já era conhecido há alguns dias (até porque não foi visto junto dos companheiros nas três partidas em que não alinhou), mas os responsáveis do conjunto da Luz apenas adiantavam que o assunto era “do foro médico”. Constava mesmo que estaria constipado.

Ontem, através do vice-presidente Fernando Tavares, as águias confirmaram a verdadeira situação de António Tavares. “O jogador foi controlado a 8 de Dezembro de 2006, após o jogo com o Ginásio, na Figueira da Foz, e mais tarde, a 27 do mesmo mês, durante uma sessão de treino. O resultado foi positivo nas duas situações. A contra-análise foi efectuada na última segunda-feira, no CNAD. O Benfica, logo que seja informado do resultado, irá emitir um comunicado sobre o tema”, explicou Fernando Tavares.

Queda de cabelo

Embora o vice-presidente benfiquista se tenha recusado a prestar mais esclarecimentos – o atleta em causa esteve incontactável todo o dia –, Record sabe que na origem deste duplo resultado positivo pode estar um medicamento que Tavares terá utilizado, nos últimos meses, para evitar a queda de cabelo. Caso o resultado da contra-análise seja positivo, o jogador deverá ser suspenso vários meses."
in "Jornal Record" de hoje

Zirtaev disse...

Lembro-me de no dia em que o Presidente apresentou a sua biografia no Dragão, em que tive o prazer de estar presente, no dia seguinte a ter estado no tribunal pela primeira vez a prestar declarações para o AD, Fernando Martins ter comparecido para dar apoio ao amigo PdC. Algo que com toda a certeza não caiu bem nas hostes encarnadas, principalmente depois de tão denegrida a imagem de PdC.

Um abraço.

O Situacionista disse...

Meus caros,

Leitura obrigatória:

Post intitulado "Eu acredito. E tu ?" no blog Portogal: http://www.portogal.blogspot.com

O Situacionista disse...

Hugo, a este ritmo um elemento não chega...
Terá sido culpa do NGP ?...

Zirtaev, ainda hoje me arrependo de não ter ido a essa apresentação.

meirelesportuense disse...

Foi a partir da altura que chegou à direcção do Benfica, um "aborto" chamado Gaspar Ramos que começou esta guerra! Fernando Martins por ter tomado posições conciliatórias com o Futebol Clube do Porto foi chamado de imbecil, senil e afastado das lides do benfica!