terça-feira, 25 de setembro de 2007

ENTREVISTA DE HOJE DO JESUALDO



Gostei da entrevista de hoje no Olival:


Ganhar todas as competições


«Todos os clubes grandes têm na sua história acidentes como o Atlético e é importante lembrar isso aos jogadores, para que a situação não se repita. Sabemos que quanto mais exigente é a competição mais concentrada a equipa tem de estar e, às vezes, não acontece o mesmo quando a exigência é teoricamente menor, embora isso seja uma forma de pensar generalizada e não só dos jogadores. Cabe-nos contrariar essa ideia e fazer com que os atletas percebam que este não é apenas um jogo, mas sim uma competição, e no F.C. Porto todas as competições são para ganhar.»

Estar concentrado e ser mais forte


«Vamos abordar o jogo com muita seriedade. Estamos a falar de uma competição oficial que arranca agora e, como tal, deve ser encarada com a máxima concentração. O Fátima é uma equipa que subiu esta época à Liga de Honra e parece-me estar a fazer um trajecto sustentado. Percebe-se claramente que tem um projecto e vai segui-lo. Tem um bom treinador e estou certo de que irá fazer do jogo de amanhã, como já terá feito contra a Académica, o jogo do ano. Vão, seguramente, apresentar-se muito motivados e concentrados, mas o F.C. Porto terá de desmontar isso e ser mais forte.»

Plantel preparado para todas as provas


«Temos um plantel preparado para jogar em todas as provas que fazem parte do nosso calendário. Nessa perspectiva, faremos a cada jogo aquilo que achamos melhor para cumprir o nosso objectivo, que é sempre ganhar. Não se trata de poupar atletas, mas sim de dar oportunidade a outros para jogarem. Não temos por princípio dividir os jogadores por competições. Isso não me parece correcto. Vão ser sempre os mesmos 24 jogadores de campo a ter de estar preparados para todas as competições. As opções serão tomadas em função dos momentos dos jogadores, isto é, serão escolhidos os que estiverem em melhores condições para nos ajudar a vencer.»

Motivação reforçada pela liderança da Liga


«A minha perspectiva no início da época assentava no F.C. Porto somar 15 pontos à 5ª jornada e isso foi conseguido. O facto de o Benfica e o Sporting terem deslizado pelo caminho não é uma perspectiva que me preocupasse. Tivemos um início de campeonato difícil, contra adversários complicados, mas lutamos pelas nossas ambições e estamos em primeiro lugar, o que é óptimo. O facto de atravessarmos um bom momento de forma e sermos líderes da Liga é importante para este jogo, pois dá-nos uma motivação ainda maior.»

4 comentários:

Verdasco disse...

O Sporting não deslizou.
Se não fosse aquele livre inventado,(Para justificar aquela falta inexistente até sairam comunicados, etc, etc..., querem justifiar o injustificavel á luz das leis do jogo) estava a 2 pontos.
Isto tudo para dizer que o Porto está a ser levado num andor.

justiceiro azul disse...

Verdasco, Verdasco, acorda!!!!

Não continues a enganar-te a ti próprio!

Então vocês quando são beneficiados ficam calados como um rato? E o pénalti não marcado a favor do Setúbal? Não vos tiraria um ponto?

Vais continuar com essa lamúria do livre indirecto até ao final do campeonato?

Joguem futebol!

Fanático disse...

Caro verdasco, bem vindo mais uma vez: hoje apenas lhe digo: o Konpensan já esgotou?

Não leve mal, mas, por um lado, o FCP tem sido arrasador e, por outro, não me diga que não viu o penalti que ficou de assinalar contra os verdinhos de alvalade e ainda me há de arranjar as imagens para se ver a falta sobre o Abel no penalti fantasma assinalado!!!

Barba Azul disse...

Verdasco

Os comunicados não saíram expontâneamente (como se pode deduzir da maneira como escreves, deixando a sugestão de que alguém tenha sentido a necessidade de justificação), mas em resposta obrigatória a (mais uma...) reclamação indignada do Sporting.
Por tola que seja a questão, é obrigatório fornecer resposta.
Nota que não li nem as reclamações da direcção do Sporting nem as respostas, por me parecer assunto absolutamente risível.