segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Abençoado torcicolo...

5ª jornada da Liga 2008/09
Estádio Alvalade XXI, em Lisboa
Árbitro: Lucílio "LADRÃO" Baptista (Setúbal)

SPORTING: Rui Patrício; Abel (Romagnoli aos 66m) , Tonel, Polga e Grimi (Pereirinha aos 46m); Miguel Veloso, Rochemback, João Moutinho «cap.» e Djaló; Derlei e Hélder Postiga (Liedson aos 66m);
Treinador: Paulo Bento;

FC PORTO: Nuno; Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile; Fernando, Lucho González «cap» (Guarin aos 83m), Raul Meireles e Tomás Costa (Mariano Gonzalez aos 58m); Lisandro Lopez e Cristian Rodriguez (Hulk aos 73m);
Treinador: Jesualdo Ferreira;

Resultado final: 1-2;
Marcadores: Lisandro Lopez (aos 18m), João Moutinho (aos 28m, g.p.) e Bruno Alves (aos 31m);

Abençoado torcicolo…
Pensei cá para os meus botões, quando ouvi no rádio que Nuno iria jogar por impedimento físico de Helton.
E se já acreditava que a equipa iria reagir, mais forte ficou a minha convicção de vitória.
.
E assim foi. Como deveria ser.
Como sempre nos habituaram.
Várias gerações de jogadores e treinadores. Um presidente.
A saber responder aos infortúnios e à pressão com raça. Com concentração. Com classe. Com espírito de vencedor.
E também com capacidade de sofrimento e de grande união. Em suma… à DRAGÃO!!!
.
Não quer isto dizer que já está tudo a “andar sobre carris”.
Não. Temos ainda muito trabalho pela frente. Mas com esta atitude o futuro será certamente risonho.
.
Uma boa 1ª parte. Em que a equipa soube fazer pressão sobre a bola. Com um futebol rápido e vibrante.
Quanto ao Sporting, apenas conseguiu reagir graças aos bons ofícios de Lucílio Baptista. Ou, como li algures, “Auxílio” Baptista. Um verdadeiro mágico pela forma como consegue tirar grandes penalidades da cartola da “sem-vergonhice”. Felizmente que o grande B. Alves rapidamente repôs a justiça no marcador com uma bomba teleguiada.
Sobre os 45 min., Derlei só não marca por obra e graça do “Espírito Santo” (Nuno, para os amigos). O que a acontecer seria manifestamente injusto face ao futebol produzido por ambas as equipas.
.
Na 2ª parte a nossa equipa recuou em demasia. Mas soube, pelo menos, manter a coesão entre os jogadores. E em contra-ataques venenosos podíamos (e devíamos) ter dado o KO. Não o fizemos, felizmente sem consequências negativas em termos de resultado final.
.
E assim obtivemos uma importantíssima vitória:
- Por ser depois “daquele” jogo contra o Arsenal;
- Por ser contra um adversário directo;
- Por ser antes de uma paragem na liga (que fiquem os outros a "remoer");
.
Quanto a JF, com o jogo partido, devia ter feito entrar Hulk mais cedo em campo. E mais não digo, pois hoje é dia de celebrar. Outras análises ficam para os próximos dias.
.
Termino destacando:
Nuno Espírito Santo - Assumiu com segurança a titularidade e transmitiu essa segurança a toda a defesa. Praticamente sem erros. É também um profissional de elevado calibre e um magnífico exemplo para todos (vejam infra as suas palavras). Para mim é titular indiscutível. Estou farto dos erros absurdos e reincidentes do Helton e que tantos pontos nos custaram. Já tinha saudades de ver um jogo do FCP sem sentir um aperto no coração sempre que a bola se acercava da baliza;
.
Tomás Costa – Jogador de grande garra e qualidade. Cada vez mais confiante. Notável a forma como luta e recupera a bola no 1º golo;

Bruno Alves - Tem que saber controlar-se. Ontem espetou mais 2 valentes “sarrafadas” sobre os adversários. Uma deu golo e a outra ia partindo a baliza. Assim não admira que falem mal dele e até para os portistas se torna difícil negar as evidências. ;)

Os nossos golos:


As palavras dos nossos intervenientes:
Jesualdo Ferreira
"Disse que vínhamos a jogo e viemos. Disse que podiam acreditar, acho que não acreditaram, mas nós acreditámos. Na primeira parte tivemos um grande Porto e na segunda tivemos uma equipa solidária. As grandes oportunidades foram nossas. Fica uma palavra para o Nuno . Provou ser um grande jogador. Na segunda parte baixámos um pouco. Podíamos ter feito mais golos, mas fica uma palavra de carinho e muito respeito pelos meus profissionais. Vir aqui e ganhar com clareza a uma equipa a quem não ganhámos aqui nas últimas duas épocas. Para os meus jogadores vão os meus parabéns."
Sobre a possível continuidade de Nuno Espírito Santo na baliza: "O Nuno respondeu muito bem num jogo difícil. Amanhã vamos descansar e depois há mais futebol."

Nuno Espírito Santo
"Senti-me bem. O jogo foi particularmente difícil, mas tivemos um espírito incrível. Tivemos muita coragem."
Sobre a sua condição de habitual suplente: "Incomodado com o banco? Não, tenho um espírito que me permite ir treinar sempre com muita alegria e faço sempre o meu melhor em cada treino. Sempre que posso ajudar, faço-o. Sei que sou ouvido e respeitado e isso agradece-me. Na próxima jornada? Ainda faltam duas semanas."
.
Um abraço a todos e um forte POOOOORTOOOOO!!!

17 comentários:

dragao vila pouca disse...

Nem era caso para depois de Londres - exibição horrorosa, disse-o até, Jesualdo - pensarmos que eramos os piores do Mundo, também agora, não é o caso de pensarmos que já está tudo bem, só porque ganhamos em Alvalade.

Mas que foi muito reconfortante sentirmos que temos equipa, homens e profissionais, com vergonha na cara, capazes de se levantarem e provarem, que a notícia da morte do F.C.Porto era manifestamente exagerada.
Não vou falar de quen jogou melhor ou pior, porque só me interessa falar da equipa unida, solidária, com espírito do Dragão que ganhou em Alvalade.
Ainda não ganhamos nada, mas à 5ª jornada e depois de já termos ido à
Luz e a Alvade estarmos em 1º lugar...é muito bom!
Uma palavra de apreço a todos os que na terça-feira cairam com a equipa, mas que se levantaram e passaram logo, a apoiar, incentivar, moralizar.
Com estes portistas, felizmente, há muitos, o futuro do F.C.Porto será sempre, grandioso.
Um abraço

Fanático disse...

Muita tensão ainda em recuperação do trauma londrino.

Exibição personalizada, com atitude à Dragão e se não fosse o lucilinho, do costume, a goleada era certa.

Julgo que a pedra de toque esteve no meio campo, nomeadamente nesse GRANDISSIMO jogador chamado TOMY COSTA!!!!!!!

Foi o Tomy que:

a) permitiu a superioridade no meio campo e na superioridade táctica;

b) que permitiu que o Luxo se libertasse das preocupações defensivas;

c) que concedeu a liberdade ao RM para dar ajuda ao Fernando sempre que este (não) precisasse;

d) que fez mostrar aos companheiros de equipa, e aos adversários, que as faltas são para fazer quando se têm que fazer, não só para marcar terreno, mas também para intimidar o adversário (à Jorge Costa), ainda para mais falando dos farsantes dos verdinhos (maxime moutinhinho);

e) e, last but not (definitivamente) least, ainda deu para roubar à bola ao griminho (gostei do berreiro à puto que lhe tiram a bola no recreio) e fazer o passe/cruzamento para o 1º golo;

f) É preciso dizer mais? Para mim foi o homem do jogo!!!!

Outros destaques:

a) JF: não inventou e ganhou. No FCP, basta não inventar, puxar pelos galões da raça portista (de um BA, de um Nuno E Santo, de um João Pinto, de um Jorge Costa, de um Paulinho Santos, etc) e a vitória é certa;

b) Nuno Espírito Santos: como diz o Jogo e o Manuel Tavares na última página: Helton pode esfregar umas pomadas no pescoço sem pressas. A baliza está bem guardada. Três defesas decisivas - uma a remate de Derlei; as outras duas a barrar Romagnoli - tornaram-no num destaque óbvio. Incisivo a sair dos postes e a impor respeito. O Penta tem toda a razão;

c) Lixa:até que enfim um golo no campeonato;

d) Fernando: o Péle que se cuide, enquanto não trouxer a Débora, não tem hipótese!!!;

e) CR: muito importante ontem, nomeadamente na baixa geral da 2ª parte, quando fez, e bem, as transições para o ataque, naquelas arrancadas, sempre a meter respeito e a não permitir a subida do centrais, do MV e do FR. Assim sim é util.

f)Sapu: muito melhor a defender e perceber os tempos de subida, sem perder costas;

g) BA: até que enfim apareceu: Depois do desastre de Londres, mostrou o que sabe fazer: marcar livres em força e em jeito, a levantar a voz de patrão e a impor respeito, nos limites da virilidade, aos adversários: Assim sim, Bruno. E fabuloso no abraço ao JF e nas declarações finais.

O Situacionista disse...

Penta, para já, só duas notas ao teu post:


1. Não concordo nada com as críticas ao Helton. E parece-me muito injusto tentar fazer dele o bode expiatório.

Até porque me parece que isso diminui o fantástico Nuno. Que mais do que a exibição, sobressai pela MÍSTICA que transporta.

Nuno, que, sempre que é preciso, DIZ PRESENTE ! (Lembram-se no Japão quando fomos ...BICAMPEOES DO MUNDO ?)

(Perante o enaltecimento generalizado do Nuno, seria muito curioso ler as opiniões de alguns aquando da sua contratação o ano passado...)


2. Depois, dizes que:

"Bruno Alves - Tem que saber controlar-se. Ontem espetou mais 2 valentes “sarrafadas” sobre os adversários. Uma deu golo e a outra ia partindo a baliza. Assim não admira que falem mal dele e até para os portistas se torna difícil negar as evidências. ;)"



Perante isto, levanto-me, sorrio e limito-me a bater palmas....CLAP, CLAP, CLAP...

Uminho1 disse...

Também não compreendo esse endeusamento do NUNO.

Queria ver se o nabo Derlei não tivesse falhado isto ( http://futebol.videos.sapo.pt/4CZ7jZEg0VZtlwjp2tJk ), se o NUNO ficaria bem na fotografia.


Fez um jogo normal, mas não foi testado a sair da baliza, onde consegue ser pior que o Helton, nem o Sporting é o Arsenal, etc,etc.

Helton está em baixo de forma, mas não é o Nuno que me descansa quando tivermos de jogo com os tubarões da Europa. Se calhar nem é preciso tanto.

dragao vila pouca disse...

Eu acho e foi isso que fiz, que se deve realçar a equipa, é a equipa que merece destaque.Quando se homenageia alguém, fica sempre a ideia que a homenagem é contra outro e isso é o pior que pode acontecer.
O grupo está de parabéns e ponto final.
Um abraço

O Situacionista disse...

Prognóstico ... depois do jogo:

Daqui a dois dias vai ser dado como certeza absoluta que o roubo de que fomos alvo, afinal não passou de uma arbitragem que escandalosamente beneficiou o FC Porto.

Vai uma aposta ?


Em termos televisivos, espero uma firma reacção do Guilherme Aguiar.

Do Rui Moreira, espero sentado. Para não me cansar...

O Situacionista disse...

A arbitragem do Calabote:

1. O penalty é escandalosamente inventado. Só o Calabote, o Jorge Coroado e o Cruz dos Santos (comentador de arbritagem na vermelhos tv) sonham que, para lá da certeza, ele existiu.

2. O Abel, depois de uma bárbara entrada sobre o Fucile, foi escandalosamente poupado ao ... vermelho ... ainda na primeira parte. Nem amarelo viu ...

3. O Derlei, depois de uma bárbara entrada sobre o Sapunaru, foi escandalosamente poupado ao ... vermelho. Viu amarelo. O Sapunaru, por ter sido agredido, também...

4. O João Moutinho atirou-se para o chão 4817 vezes. Uma delas foi falta. Não viu qualquer cartão amarelo.

5. O Grimi, no lance do nosso 1º golo, rebolou vezes sem conta e berrou que nem um doido. A falta de jeito dá muitas dores...

6. Os verdes, na sua generalidade, têm uma atracção irresistível pelo tapete verde. Ninguém viu qualquer cartão pelos mergulhos...

7. Custa-me muito mas desta vez tenho de reconhecer. Não pode ser de outra forma. Até porque o árbitro não viu. Pelo menos pareceu-me que ele estava de olhos fechados. E foi uma selvajaria. Ou melhor, duas. Em suma, sumaríssimos para Bruno Alves. Saiam dois...

Fanático disse...

Mesmo tendo escrito o que escrevi sobre o Nuno, também não posso concordar que desde ontem um (Nuno) é bestial e outro é a besta (H.

Na verdade, como ontem ouvi, não se ao Rui Moreira ou Rui Santos, julgo que o H precisa de um competidor sempre à espreita,que o mantenha sempre em alerta de perder o lugar.

Basta a ver a exibição em Londres, onde apenas teve uma falha na 2ª parte não relevante.

Ou seja, para mim, o H é melhor que o Nuno ( e se quiserem lembrem-se da sua péssima prestação na última final da Taça de Portugal que disputámos com os ensanguentados no Jamor), no entanto, reconheço que ao H faz falta estar uns jogos no banco, para vir no registo dos tempos em que o seu competidor directo era o GRANDISSIMO VITOR BAÍA.

Penta disse...

Meu Caro Situacionista,

1º Agradeço as palmas.

2º Não concordo com a tua crítica à minha… crítica.

E a minha não concordância, não tem a ver com o facto de teres uma opinião divergente. Até porque sabes que sou contra o unanimismo bacoco. Principalmente neste espaço que se quer plural, embora portista.
E onde a divergência de opiniões apenas reforça a convergência de todos na defesa do nosso clube.

Dito isto,
Reafirmo que não concordo com a tua crítica, uma vez que criticas aquilo que não afirmei no meu post.

O título escolhido por mim foi propositadamente redutor daquilo que se passou ontem, uma vez que pretendi fazer uma pequena provocação sobre este tema, de modo a suscitar uma reacção por parte dos que por aqui passam. Não obstante ter sentido um sincero alívio por ser o Nuno o titular.

Mas a opinião que manifesto tem apenas um único objectivo. Ou seja, afirmar que neste momento Helton não é o melhor guarda-redes do FCP e que, por isso, não deve ser o titular. Ou se preferires, afirmar que deve ser dada a oportunidade da titularidade ao Nuno.

Sendo certo que nunca pretendi fazer dele (Helton) bode expiatório. Até porque não é. E sei que far-me-ás a justiça de saberes que não penso assim.

Mas também não podemos assobiar para o lado e fazer de conta de que ele tem estado bem. Até porque não tem.

E se eu sempre critiquei o Scolari por optar pelo Ricardo independentemente de o merecer e independentemente da sua forma, tenho, quanto mais não seja por uma questão de coerência, de criticar o JF por fazer o mesmo.

Como já afirmei, estou cansado de ver o Helton cometer periodicamente erros absurdos. Não aparecem em todos os jogos. Mas quando aparecem custam-nos pontos e uma eliminatória contra o Chelsea do Mourinho. Erros, portanto, que não são apenas desta época.

E um clube como o FCP não pode ter uma guarda-redes que faça excelentes defesas e praticamente um erro grosseiro por jogo. Como o Ricardo. Como o Moretto.

E sei que concordas comigo naquilo que afirmo, porque tantas vezes já te ouvi a afirmar mais ou menos o seguinte: “Pronto, o Helton já errou hoje e eles não marcaram. Agora podemos ficar tranquilos até ao fim.”

Por isso, reclamo uma oportunidade para o Nuno. Não é o melhor guarda-redes do mundo? Não é. Vai cometer erros? Vai. Mas, pelo menos, acredito que serão erros que se aceitam em qualquer guarda-redes. Como se aceitavam ao Baía.

Quanto ao que diz o Uminho1,

Meu caro, penso que percebeste mal o que aqui foi dito.

Ninguém pretende endeusar o Nuno. Aliás, se leres novamente o que afirmei, verás que afirmei que PRATICAMENTE não cometeu erros. E o erro que lhe vi foi precisamente o que apontas.

Mas isso não modifica o que afirmo. Merece uma chance. O Helton já teve muitas.
E o Nuno sempre que foi chamado, respondeu à altura. Mesmo na Champions (quando o Helton esteve lesionado).

Fanático,

O facto de apontares como exemplo de uma má exibição do Nuno (que de facto foi) um jogo de há 5 anos atrás, só me dá razão.
Quanto ao Helton podemos apontar várias. E bem mais recentes.

Um abraço a todos.

Fanático disse...

Penta, quero ficar esclarecido de uma vez por todas: em igualdade de forma, quem é melhor guarda-redes? O H ou Nuno?

Del Giorgio disse...

já que vocês já disseram quase tudo e já que o FCP fez o que tinha a dizer, pouco mais posso acrescentar mas deixo uma perguntazinha no ar: e se o Hulk começar a aprender a passar a bola?...

O Situacionista disse...

Penta,

Meu caro, vamos lá à discussão.

Eu percebo-te.

Aliás, com a defesa que faço do Helton, posso correr o risco de parecer que estou a falar mal do Nuno.

Nada mais errado.

Acho o Nuno um bom guarda redes. Nem mais, nem menos. Sempre o achei. Ao contrário de muitos, aprovei inclusive a sua contratação há 2 anos.

Tenho também a certeza abosluta de uma coisa - Nuno transports a nossa mística. Nuno é imprescindível no balneário.

Agora, o que eu acima de tudo acho é que o Nuno deve ver valorizada a sua exibição de ontem POR SI SÓ.

Sem ser uma grande exibição ....porque o Helton há muito quwe devia estar no banco.

E isto nada tem a ver com a legítima opinião de cada qual sobre quem deve ser o titular.


P.s. - O NGP renovou o contrato com o Nuno creio que há duas semanas. Quem sabe, sabe, e quem naõ sabe bate palmas...


P.s. 2 - Por falar em palmas:

"Bruno Alves - Tem que saber controlar-se. Ontem espetou mais 2 valentes “sarrafadas” sobre os adversários. Uma deu golo e a outra ia partindo a baliza. Assim não admira que falem mal dele e até para os portistas se torna difícil negar as evidências. ;)"



Não sejas assim...

O Situacionista disse...

Del Giorgio,

Para começar, dava jeito...

O Soldado Azul disse...

Meus caros,

Após o embate de ontem saliento:

1 - O Nuno esteve bem e merece a titularidade, por uma simples razão comparativamente ao Helton desta época: transmitiu segurança à defesa !!!!! Tão somente!!!

2 - Definitivamente apesar de não termos um bom lateral esquerdo de raíz, o Fucile tem que continuar a titular! Mil vezes o Fucile ao Benitez!!!!! Para mim (já o reafirmei) a 1ª "lacuna" de Londres foi a total "ausência" do Benitez...Não foi à toa que na 1ª parte o Arsenal atacou pelo nosso lado esquerdo...

3 - Bruno Alves: para mim o melhor em campo, muito seguro e finalmente a ser líder! Muito bem ao festejar com o Prof (não que considere o Prof o melhor dos técnicos mas dadas as circunstâncias muito dificeis, nada como um bom espirito de grupo, de equipa, para ultrapassar com sucesso as adversidades) !!!!

4 - Tomás Costa é a melhor contratação deste defeso! Indubitável!! Muito bom jogador, não obstante a sua agressividade por vezes a ultrapassar os limites!!! Deverá ser mais cauteloso quanto à disciplina mas continuar com uma atitude de guerreiro, dentro da lei...

5 - Fernando: outra boa aquisição!!! Não é por ele que tivemos maus jogos e consequentes resultados negativos!!! Tem tido boas exibições e ontem voltou a demonstrar que é um grande jogador!!!!

6 - OS festejos finais com o Nuno!!! Muito bem!!! Muito bem!!!! Temos equipa! Temos grupo!!!! Este espirito é meio caminho andado para o sucesso !!!!!

7 - O Prof esteve muito tenso na conferência de imprensa!!! É verdade que um resultado negativo traduziria infalivelmente em instabilidade, estando o seu lugar em cheque!!!! Mas foi escusada a reacção a uma pergunta sobre o jogo... de Londres!!!
É caso para dizer: caro Prof. seja mais sereno! Da mesma forma que aconselha os jogadores a serem rigorosos e concentrados, deveria pensar que qualquer declaração da sua parte reflectir-se-á no desempenho dos jogadores!!! Logo poderia e deveria ser superior aos ataques da imprensa...

Por fim, afirmo acreditar que temos uma equipa em construção, que a confiança conquista-se com os resultados e que ainda há muito por evoluir!!!

Concordo em absoluto com o Dragão Vila Pouca quando afirma "Nem era caso para depois de Londres - exibição horrorosa, disse-o até, Jesualdo - pensarmos que eramos os piores do Mundo, também agora, não é o caso de pensarmos que já está tudo bem, só porque ganhamos em Alvalade."

Pois é, há que ter os pés bem assentes no chão, não perder a humildade e continuar sempre a demonstrar o rigor e o empenho que tem sido ao longo das ultimas décadas o verdadeiro apanágio do espirito do Dragão!!!!
Saudações

Mr.Duke disse...

Acho que fizemos um grande jogo, um jogo à Porto, um jogo à dragão consiste em ter atitude, raça, acima de tudo muita raça, muito querer e muita determinação.
Penso que ficou demonstrado o quao essencial é ter uma voz de comando em campo, uma voz de experiência e uma voz de dragão.
Seja o Nuno ou o Pedro Emanuel nisto tipo de jogos é fulcral que pelo menos um dos dois esteja em campo.
As únicas criticas que tenho a fazer ao Helton só acontecem tendo por base de comparação a época que fez com Adriaanse, sempres muito concentrado, a sair a todas as bolas, recordo até bolas q a que ele saia já no limite da linha da grande área.
A um guarda-redes não se pede nem se deseja exuberância mas sim concentração.
O Helton por vezes esquece-se um pouco disto, batendo muitas palmas mas falando pouco e dando sempre um ar de não totalmente concentrado.
Quanto ao resto Tomás Costa brilhante, o Fernando também fez um optimo jogo e claro um jogão do numero 2.
Ressalvo a necessidade de o Sapu não ser tão macio visto que só temos um Fucile.

Azzulli disse...

Relativamente ao Nuno, o mais importante foi a sua atitude.

Foi aquele abraço final ao Bruno Alves.
As palavras que lhe disse (e que só eles sabem).
E as declarações à imprensa.

Mostrou definitivamente que é um grande homem, e que é importantissimo tê-lo no nosso grupo.

Transmitiu a todos os colegas uma postura que deverão ter como lição.

E pode ter sido esta postura que determinará o Tetra.

Nuno, um forte abraço meu, e um grande obrigado!

Penta disse...

Meu caro Situacionista,
Vejo que estamos em sintonia. Dou, portanto, o assunto por encerrado.

Meu caro Fanático,
A pergunta que me fazes é de fácil resposta. E até já foi respondida pelo mr. Duke.
O Helton do tempo do Adriense. Ou seja, o Helton que conquistou a titularidade ao Baía. Ou seja, o Helton que também conseguiu conquistar a titularidade da baliza brasileira.

ESSE Helton é, sem dúvida, o guarda-redes do meu FCP. Mesmo que em questão de mística o Nuno lhe seja superior.

ESTE Helton não.
Por isso afirmei anteriormente que NESTE MOMENTO o Helton não é o melhor guarda-redes do FCP e que, por isso, não deve ser o titular.

Ultrapassou a margem de erro a que tinha direito.
Por muito menos, o nosso Baía foi substituído precisamente por ele.
Assim, por uma questão de justiça, igual oportunidade deve ser dada ao Nuno.

Um abraço.