sexta-feira, 5 de janeiro de 2007

EXEMPLO DE CORAGEM MÁXIMA E DE DEDICAÇÃO EXTREMA ! (COM ADITAMENTO - JOB)

Hoje podia falar de muita coisa “boa”. Sobre a LOUCURA absolutamente descontrolada e deliciosamente IDIOTA do Orelhas (adorei, mais uma vez, a prestação televisiva dele ontem !!!! Até pulei de alegria !!! Quando o vi a defender a BATOTA do doping e a ENXOVALHAR o Governo de um país por a ter evitado ... Não podia pedir melhor ...). Podia também falar do Tonecas que, imbecilmente, pensa que está livre do caso Verdes/João Pinto e que acredita que vai regressar aos vermelhos (pela minha parte, nunca mais vejo a hora...). Podia, ainda neste caso, falar na tão apregoada transparência verde...
Mas não. Não vou falar de nada disso.

Hoje vou continuar a minha “batalha” !
E vou falar de coisas sérias. Muito sérias.
Quero falar de alguém por quem tenho um PROFUNDO respeito, admiração, estima e gratidão !
Alguém esse que, já depois de fazer um magnífico trabalho enquanto dirigente, não só do nosso Clube, mas também na Federação, foi o nosso “representante televisivo”.

E, nesta última qualidade, travou batalhas atrás de batalhas. E travou guerras atrás de guerras. E venceu batalhas atrás de batalhas. E venceu guerras atrás de guerras.
Contra ventos e marés. Contra tudo e contra todos. Contra todos e mais alguém.

Não consigo imaginar os incómodos que terá tido.
Não consigo imaginar o sofrimento que, muitas vezes, o terá invadido.
Não consigo imaginar os “trabalhos” em que se terá metido.
Não consigo imaginar as horas e horas que terá “perdido” para preparar a sua prestação (aquele arquivo !!).
Não consigo imaginar os sacrifícios a que se terá submetido.

Mas, humildemente, consigo imaginar a ALEGRIA INCONTIDA que me dava !!!
Mas, humildemente, consigo imaginar a EMPATIA BRUTAL que eu sentia !!
Porque as senti !! Porque as vivi !!
Porque as partilhei, SEGURAMENTE, com centenas de milhares e milhares de portistas pelo país inteiro.

Claro que, pela concorrência, como era temido, para o tentarem diminuir, consideravam-no totalmente fundamentalista (quem é que defendendo o nosso clube como deve ser não é logo considerado, pelos anti-portistas, para o tentarem rebaixar, como tal ?).

Mas ele tinha orgulho nisso. Mais, ele sabia que era essa a expressão mais fiel do seu valor. Que só o faziam porque o temiam. Porque era imbatível. Porque dizia as verdades. Porque não cedia um milímetro perante ninguém. Porque não admitia que ninguém ousasse, sequer, beliscar o FC Porto. Porque EXIGIA, pelo FC Porto, o máximo respeito. De quem quer que fosse. Onde quer que fosse.

Por isso nós tínhamos ORGULHO DELE !!!
Por isso nós TEMOS orgulho dele !!!

Por isso, Pôncio Monteiro (sim, como todos já terão reparado, é dele que falo !!), faz parte do nosso imaginário colectivo.

Por isso, e para terminar, gostaria de endereçar votos de um grande 2007 ao (permita-me, Sr. Dr.) NOSSO PÔNCIO !

P.s. – A propósito, leiam
esta notícia. E já agora esta que mostra bem o nosso tamanho ... planetário !!
.
ADITAMENTO:
.
Nem de propósito, acabei, agora ao final da tarde, de ter conhecimento deste artigo que me “obriga” a fazer este aditamento ao post porque "cai aqui que nem uma luva":

“No começo do novo ano
(...)
Formulei ainda outro tipo de desejos adstritos ao futebol e seu contexto. Esses sim posso partilha-los inteiramente com os leitores.

O primeiro liga-se ao processo Apito Dourado. A pulga da curiosidade faz-me viva comichão atrás da orelha e só se aquietará com a resposta a várias dúvidas que me assaltam. Assim, muito gostava que, no novo ano, fosse revelado o montante de dinheiro gasto com todo o imbróglio das investigações e afins. E porquê ? Porque suspeito que se cometeram excessos totalmente desproporcionadas em face da natureza dos crimes. Quero dizer com isto que talvez tenham sido usados recursos exagerados para investigar crimes provavelmente de pequena ou nula penalização na grande maioria dos casos.

A dúvida é legítima, tendo em conta a necessidade de gerir e investir os meios públicos na obtenção de resultados com peso. A concentração no essencial é um princípio didáctico válido para o ensino e também para a vida e a investigação criminal.

Ainda neste âmbito, queria saber se, nas escutas telefónicas efectuadas, apenas foram alvo de tramitação e acusação as revelações atinentes ao futebol e se outras hipotéticas e mais graves revelações foram postas de lado, por envolverem personalidades e assuntos de outros sectores.

Se assim foi, muitas perguntas são curiais, nomeadamente se o futebol é o epicentro da lepra nacional, devendo por isso concitar todos os meios susceptíveis de extirparem tão funesto mal.

Como ele não é isso, então a investida - se, repito, as dúvidas anteriores forem confirmadas - funda-se numa sanha persecutória inaceitável eivada de condimentos que negam os princípios de justiça.

Para tornar o molho mais picante e aguçar o apetite irracional de quem come tudo quanto lhe põem à frente, os media incumbiram-se de agitar os ingredientes.

O segundo desejo
deve-se a saturação.
Assim queria, em 2007, ter os olhos e ouvidos libertos de dois nomes, começados pela mesma letra, que em 2006 foram useiros e vezeiros em poluir o campo visual e auditivo.

O primeiro nome é Bolonha. (....)
(O outro nome não é Bush ou Blair - vade retro, Satanás! -, nem Barcelona, nem vence nada que jeito tenha, mas está sempre em festa e a cavalgar a euforia, como se fosse dono do mundo).

O terceiro desejo - a bem da moral pública ! – é que a castanha quente rebente nas mãos de um armado em branqueador do futebol. Quando fala, sinta vómitos; sou alérgico à farsa e hipocrisia.

A quarta coisa que vou revelar, em primeira mão, é um conselho que o Pai Natal deixou no meu sapato, com a indicação de que eu o repartisse com as com as outras pessoas.

Tem a ver com campanhas e Kits de angariação de sócios e reza assim:

«Se queres ser atacado de todos os lados e feitios, aguentar a pé firme e ter alegrias frequentes, repetidas e justificadas, adere ao FCP; se estás necessitado de esperança, a solução é ires para o SCP; se tens a mania das grandezas e gostas de ilusões e fogo-de-artifício, então escolhe o outro !».
.
(....)”
(realçados meus)
(JOB - Jorge Olímpio Bento, A Bola, ontem)
.
ARRRAAAAASSSSAAAAAADOOOORRRRRRR !!!!!!!!!!

11 comentários:

Fanático disse...

Boa lembrança!Aliás, diga-se que nestes tempos conturbado para as hostes portistas que falta ele nos tem feito!!Além de ser sempre uma reserva moral dos nossos.Força e que volte o mais rapidamente possível!!!

Azzulli disse...

Fantásticos momentos os que o grande Poncio nos tem vindo a proporcionar!

Eis alguém que sempre vence os debates, os confrontos, as lutas em que entra!

Nem as partidas que a saude lhe prega o conseguem vencer!

Venha quem vier, venha o que vier, é para derrotar! É para vencer!

Grande Dragão!
Um grande abraço!

O Soldado Azul disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
O Soldado Azul disse...

Bom,
Antes de mais apraz-me salientar a vivacidade dos leitores (em particular do Situacionista...)neste inicio de ano! Trata-se de um bom indício para a dinâmica deste espaço no ano que agora se iniciou!
Findo este introito, e analisando particularmente este último post, na qualidade de portista só posso agradecer ao Situacionista a lembrança de tão ilustre figura e personalidade! Aqui fica os meus sinceros desejos de continuação da sua franca recuperação! A minha memória sobre o Dr. Poncio Monteiro não é tanto como Dirigente mas mais como comentador! Quem não se lembra no "Jogo Falado" o Dr. Poncio a arrasar o Seara e o Santana Lopes com o seu "arquivo" a demonstrar os prejuízos da arbitragem relativamente ao nosso clube! Foi e será o nosso maior representante no comentário! Inigualável!
Quanto ao aditamento, fico sinceramente impressionado com a leitura regular por parte do Situacionista aos pasquins da 2ª circular, ainda que, no caso, seja um artigo do "nosso lado"...! Eu confesso que não consigo...(a não ser pontualmente e "na diagonal" mas considero importante para melhor actualização...
É claro que após o inicio do Apito Dourado, somos sistemáticamente atacados, então com Carolinas no meio (a propósito, no "Contra Informação da RTP o Bimbo a cantar para a Carol foi hilariante!! Embora faça parte da "campanha" contra nós não posso deixar de referir que teve piada...)
Saudações

Anónimo disse...

Parabéns pelo texto dedicadoao Dr. Pôncio, merece cada elogio que lhe fizeste.

O texto o O. Bento tb está muito bom, tb eu já o tinha lido. Sim eu leio de vez em quando os pasquins da capital, mas quase sempre só para ler as crónicas de opinião do MST e do OBento.

Um abraço.

Anónimo disse...

Ganda post... parabéns!
Sobre o Grande Pôncio, alinho pelo Zirtaev... cada elpgio é merecido e mesmo assim, peca por defeito.
Quando à crónica do JOB, o final é magistral... é a mais pura verdade!
aKeLe aBrAçO
http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

F.C.Limpa Tudo disse...

Caro Situacionista
Neste inicio do ano continua com a veia goleadora, com posts excelentes de oportunidade e cheios de inteligência dignas de Dragões vintage.
Pois é, talvez o Dr. Poncio se estivesse na sua plenitude física, seria o homem indicado para dar o tal murro na mesa com estrondo, pois com o seu mediatismo, poderia impor o respeito que o F.C.Porto merece e é exigível. Todavia outras personalidades importantes como o Dr. Rui Moreira, o Dr. Miguel Sousa Tavares, o Dr. Fernando Gomes(Ex presidente), o Dr. Francisco José Viegas, Dr. Artur Santos Silva, Dr. Ludgero Marques etc. , e outros também importantes que de momento não me ocorrem, poderiam e deviam ter puxado dos galões do F.C.Porto para exigirem no mínimo tratamento igual aos outros, porque não pode ser prejudicado perante a lei.
«A condecoração que vou impor expressa o reconhecimento do país – de todos os portugueses, independentemente das suas simpatias clubistas – ao F.C.Porto pela forma brilhante como estendeu e prestigiou o nome do desporto português, ganhando o direito ao nosso muito apreço e admiração», palavras proferidas pelo Dr. Mário Soares em 7 de Fevereiro de 1988 na outorga da comenda de membro honorário da ordem de mérito.
«Chegou o F.C.Porto a uma posição bem alta no desporto mundial. Foi um longo caminho o que teve de trilhar para vencer. Vencendo, teve de revelar as qualidades que também são necessárias para que um país consiga vencer: muito trabalho; muita determinação; capacidade para vencer obstáculos; não alterar o rumo, mesmo quando surgem dificuldades; esperar pelos resultados; revelar coragem, nos momentos decisivos. É um bom exemplo, mesmo para a governação de um país» Professor Cavaco Silva, primeiro ministro, na festa de homenagem aos campeões Janeiro de 1982.
O seu repto está lançado, eu vou por aí com coragem e determinação, até ficar rouco.
Um abraço
Saudações Portistas

Eterno Dragao disse...

Até fica mal elogiar o post de um "companheiro de blogue", mas, atendendo ao tema, só posso dizer que este teu artigo sobre Pôncio Monteiro está excelente.

A notícia do Correio da Manhã vem trazer a público algo que eu já sabia: a "presença" do NGP no processo de recuperação de Pôncio Monteiro. Provavelmente, o NGP preferiria que o seu nobre comportamento não fosse divulgado, mas já se sabe que cada vez é mais difícil manter segredos.

Não deixa de ser curioso que a sociedade actual só dê destaque a questões negativas, a "tricas", a "escritoras de alterne" e a indivíduos que nem conseguem fazer a concordância entre o sujeito e o verbo. Era tão bom que os aspectos positivos merecessem "tanta tinta" quanto a que é gasta na crítica destrutiva!... Talvez alguns cronistas azuis e brancos pudessem aproveitar o ensejo para escrever sobre os actos do Presidente que nos fazem sentir orgulho de o ver à frente do clube... Nesta questão, "eu se estivesse no lugar dele"... procuraria fazer o mesmo!

O texto de Jorge Olímpio Bento é bombástico!

Anónimo disse...

a vergonha no dragao. os suplentes sao inacreditaveis. nao prestam. a culpa é de pintod a costa, dos caldeiras, dos negocios. ainda bem que o penalty nao entrou para nao desculpar ninguem desta VERGONHA. Rua com essa gente que nos rouba, porque o FCP é de nós todos, não é dessa gente que nos anda a roubar.

Eterno Dragao disse...

Caro "anonymous": não me diga que só tem algo para escrever quando o Porto perde... É que, se assim for, tem muito poucas oportunidades de o fazer! A culpa da derrota é dos mesmos que lá estão (e que a esmagadora maioria dos sócios e adeptos aplaude e apoia) quando o Porto ganha. Vamos ser coerentes!

O Situacionista disse...

Caros anti-portistas vermelhos,
Na eventualidade de haver por aí algum, gostaria de lhe dizer o seguinte: para quem está em 3º lugar (a 8 pontos de distância do Bi-Campeão do Mundo), já foi varrido da Champions e joga com jogadores (bem) dopados, anda muito feliz !!! Continue...