terça-feira, 26 de dezembro de 2006

Cigano !! Entrevista ... de trivela !!! A não perder...

Depois de um Natal, felizmente, maravilhoso, estou de volta !!
(Espero que o vosso Natal também tenha sido, pela positiva, para recordar !)
.
E, enquanto que a comunicação social anti-portista continua a sua SANHA VERGONHOSA E PERSECUTÓRIA contra o nosso Clube (a título de exemplo máximo indico o Correio da Manhã do “vermelho mais vermelho não há” João Marcelino que, hoje, pelo ENÉSIMO DIA CONSECUTIVO, faz capa contra o nosso Clube e contra o nosso Presidente – confiram
aqui), eu quero chamar a vossa particular atenção para uma entrevista imperdível:
.
- hoje, no jornal “O Jogo”, o Cigano dá uma entrevista grandiosa !!!
.
Ao ler a entrevista até parecia que o estava a ver em campo a “partir os rins” aos adversários.
.
Deixo aqui duas ou três passagens:
.
Sobre o Atlético de Madrid:
“P - A carta em que comunicava que não queria ir para o Atlético de Madrid...
R - Antes de mais, respeito todos os clubes que se interessam por mim, porque é sinal que seguem o meu trabalho. Fico feliz por encontrarem valor no meu futebol.
O desejo de ficar é fácil de explicar: um jogador que é feliz no clube, que sente o amor dos adeptos, ao ponto de ser um dos meninos queridos, apesar de não ser um produto na sua escola de formação, só pode desejar continuar.
.
Sobre nós:
“P - Agora até parece que é uma tragédia se o Quaresma não jogar, mas o início do relacionamento com os adeptos não foi assim tão fácil...
R - Foi muito complicado, até porque tudo correu mal ao FC Porto na época em que cheguei. Apanhei uma equipa que tinha perdido muitos jogadores importantes e recebido muitos jogadores muito jovens.
E depois, a troca de treinadores fez mossa.
Mas sim, é verdade, tive problemas com os adeptos ao longo da época, mas no fundo até os compreendia, porque, como já disse, e disse-o até mesmo à minha família, os adeptos do FC Porto são os que mais admiro. Eles vibram, têm o clube no coração e, por muito amado que o jogador seja, se não trabalhar para a equipa leva logo com assobios. Eu gosto de ir à procura das palmas, por isso jogo desta forma."
.
Sobre o Chelsea:
"P - O facto do adversário dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões ser o Chelsea contribuiu para um certo arrefecimento dos ânimos ?
R - Arrefecer nunca arrefece. Já uma vez disse que o FC Porto não deve ter medo de ninguém.
Os portugueses do Chelsea conhecem bem o FC Porto, conhecem o lema desta casa e por isso o clube que representam tem também que se preocupar connosco. Mas até ao primeiro jogo ainda se passará muita coisa e ainda é cedo para falar.”
.
Sobre Vitor Baía:
“P - Explique lá a razão para as longas corridas até Vítor Baía nos festejos pelos golos marcados ?
R - O Vítor Baia é um líder, é a pessoa que merece mais respeito no plantel. É o jogador com mais títulos no Mundo, aquele que dá conselhos aos jovens, a pessoa que transmite a vontade de vencer do FC Porto. Sem excepção, fala sempre com os novos, explica o que é o FC Porto, já que há muitos que chegam e não sabem a que clube passaram a estar ligados. O FC Porto é diferente do Sporting e Benfica.
.
P - É diferente em quê ?
R - Eu já joguei no Sporting e estou muito agradecido ao clube, fui muito feliz.
O Porto tem... não vou dizer que tem mais ambição, mas de facto é diferente na forma de estar, na maneira de vibrar, de ver as coisas.
.
P - Isso é a tal mística ?
R - Se calhar. Se reparamos todos os jogadores entram em todos os jogos com garra e vontade de ganhar, seja à porrada, seja como for, porque o que interessa é sair de lá com a vitória.”
(os realçados são meus)
.
Tudo isto e muito mais aqui !

8 comentários:

O Soldado Azul disse...

Bom,
Eu reconheço que o Quaresma é indubitávelmente uma das mais-valias do nosso plantel, senão a maior de todas! Está a fazer uma época de muito bom nivel (seguramente a melhor desde que chegou ao nosso clube...esperemos que a 2ª volta seja tão boa ou melhor que a 1ª ...) mas... não consigo deixar de pensar nas pontuais atitudes irreflectidas que infelizmente nos presenteia e que nos ... desilude! É claro que quando assistimos a uma jogada de génio, quando assistimos a um golo de génio (como por ex. contra o Benfica esta época ou contra o Rio Ave na ápoca transacta)...esquecemo-nos (ainda que por momentos...) das tais atitudes (como a de Alvalade...) mas como considero a disciplina um pilar fundamental para uma equipa obter bons resultados a longo prazo, não deixo de considerar que o Quaresma poderia ser melhor, embora por outro lado reconheça que em matéria de disciplina o Prof. esteja igualmente a desempenhar um bom trabalho em relação ao plantel em geral e ao Quaresma em particular!
A entrevista realça o "portismo" inerente nos jogadores! A tal mística que se fala revela-se nos jogadores, quer nos da "escola" quer nos que ingressam posteriormente como o Quaresma!
Saudações

O Soldado Azul disse...

Não posso deixar igualmente de considerar o Quaresma como o jogador mais eficiente do plantel, como se pode comprovar na análise não apenas das assistências para golo como também para as suas iniciativas ofensivas!
Esta eficiência deve ser realçada e reconhecida!
Saudações

O Soldado Azul disse...

Ah, e já agora (como pude esquecer...) a gratidão e a consideração de referência ao grande Vitor Baía, claramente demonstrativo do papel fundamental que este último tem em todo o plantel do nosso clube! Muito bem Quaresma! Agradecer a quem ajuda fica sempre muito bem, quanto mais não seja por uma questão de educação mas também revela uma atitude de inteligência!
Saudações

O Situacionista disse...

Subscrevo a preocupação do Soldado quanto a algumas falhas disciplinares do Quaresma.
Acredito, porém, que ele este ano estará mais maduro.

P.s. - Leram a FABULOSA crónica de hoje no Jogo do José Manuel Ribeiro ?

“Os paleontólogos do Apito

O processo de fermentação do Apito Dourado também passa pela paleontologia.

O último notável a relacionar o caso com esse inesperado ramo da ciência foi o director d’A Bola no editorial de ontem.

“Só não tenho a certeza”, escreve ele, “de que não seja necessário que os dinossauros excelentíssimos se extingam para que o futebol português recupere a sua vitalidade”.

Esqueçamos a coincidência de não haver dinossauros excelentíssimos nem no Benfica nem no Sporting. Concentremo-nos na vitalidade.

Os dinossauros excelentíssimos de que fala Vítor Serpa - provavelmente, noutro contexto, admito -, e aos quais outros comentadores deram nomes menos simpáticos, coincidem com os últimos vinte anos e deixam fósseis visíveis: seis taças internacionais, sete finais europeias, dois títulos mundiais de sub-20, a presença da Selecção em quatro campeonatos da Europa e três campeonatos do Mundo, e ainda uma infinidade de títulos em sub-16, sub-17 e sub-18.

A geração anterior – a cujos membros, para manter a proporção e a lógica darwinista, podemos chamar protozoários – ganhara três taças e conseguira uma participação no Mundial’66.

Sim, os dinossauros excelentíssimos, sejam eles os dirigentes não-benfiquistas e não-sportinguistas que forem, fizeram muito mal ao futebol português.

Não estou é a ver qual foi o futebol português a que eles fizeram mal fora da Segunda Circular.”

Depois em comentário, escreve isto:

“Luís Filipe Vieira
Um honesto intermitente

Lembro-me de ouvir Luís Filipe Vieira dizer, na televisão, que era normal combinar-se os árbitros da Taça a partir das meias-finais.

Disse-o quando se soube que o tinha feito. Não o disse um ano antes quando Pinto da Costa foi acusado do mesmo pelo Ministério Público.”

O amor que o presidente do Benfica tem pela verdade é intermitente."

Luisa disse...

a intermitencia do vieira convem-nos muito. enquanto ele andar p'rai aos gritos contra o nosso presidente, não nos consegue alcançar.
adoro o vosso blog, tenho andado a pesquisar mas este é o melhor. parabens!

luisa disse...

se puderem, visitem o meu

www.azuldedragao.blogspot.com

O Situacionista disse...

Cara Luísa,
Pela minha parte, obrigado pelo rasgado elogio, que em parte se deverá, estou seguro, a uma grande bondade sua.

Seja muito bem-vinda e volte sempre.

Fanático disse...

Cara Luísa,
Fanaticamente muito grato pelo encómio e pelas suas visitas.