quinta-feira, 28 de dezembro de 2006

Parabéns, Presidente


No dia de aniversário do Nosso Grande Presidente, o "Bi-Campeões do Mundo" envia os parabéns e deseja poder repetir este post por muitos anos.

6 comentários:

Eterno Dragao disse...

Num registo menos sério: "Grande é o homem que consegue transformar uma alternadeira numa escritora de livros de ficção!"

O Situacionista disse...

A propósito de registos, para já apenas acrescento este que tem duas características: é muito sério e ... "áudio":
"Pinto da Costa, olé,
Pinto da Costa, olé,
Pinto da Costa, oléééééé
Pinto da Costa, oléééé´oléééééé"

O Situacionista disse...

Como para mim o NGP é assunto muito frequente, posso falar hoje de temas, com ele e o nosso Clube, mais laterais.

Vamos lá então....um dia destes (quiçá, amanhã ?!!), vou fazer um post sobre uma personagem mas adianto já aqui umas passagens. Refiro-me ao abominável Coroado.

(....Coroado ? A que propósito vem este agora com personagem tão sinistra ???)

É que há tempos o abominável, sobre Pinto da Costa, disse que era “intratável na defesa do seu clube” (cito de cor.)

Agora, numa entrevista muito recente, ele diz isto:

“P – Alguma vez entrou em casa de um dirigente ?
R – Duas vezes. Na de Adriano Pinto, onde almocei e onde não se falou por um segundo de futebol. E, a convite do sr. Pinto de Sousa, acompanhado por mais dois árbitros, na de Valentim Loureiro. Foi após um Boavista-Benfica, no final da década de oitenta, um jogo arbitrado por Carlos Valente, que o Boavista perdeu. Foi muito constrangedor. Não gostei do comportamento de Valentim Loureiro e muito menos da maneira como ele tratou as pessoas que estavam ao seu serviço, os empregados da casa.

P – Nunca esteve em casa de Pinto da Costa ?
R – Nunca. Nem faço ideia onde mora.”

Já agora, para além de outras coisas, nessa mesma entrevista, também diz isto:

“P– Foi ameaçado ?
R – Fui, no Estádio da Luz, em 1991, no final de um Benfica-Torreense, pelo sr. Gaspar Ramos. Em 1995 o mesmo dirigente disse aos berros que iria fazer de tudo para acabar com a minha carreira.

P– De que clube recebeu mais pressões ?
R – Do Benfica e dos seus dirigentes. Inquestionavelmente. Estou convicto de que se mais carreira não tive foi por influência de gente do Benfica. De Gaspar Ramos a Luís Filipe Vieira, que vetou o meu nome, em 2002, para vice-presidente do Conselho de Arbitragem.

(...)
P – Tem apitos dourados ?
R – Seis. Um que recebi do Sporting, no tempo de Sousa Cintra, e os outros foram-me dados por jornais.”

Curioso, não ?

O Soldado Azul disse...

Bom,
Antes de mais MUITOS PARABÉNS para o NOSSO GRANDE PRESIDENTE! Muitos e bons anos é o que lhe desejo, à frente no nossa GRANDE CLUBE!
Quanto ao Coroado, tal como o adágio "cego é aquele que não quer ver"!!! O Benfica há muito tempo que pressiona os árbitros! Há muitos interesses em jogo e o Benfica como marca e clube do Povo, exerce muita pressão e influência sobre os árbitros! Quem diz o contrário... com certeza pretende esconder a realidade !!!
Saudações

Fanático disse...

Um grande e muito obrigado para o NGP. Sobre o Coroado,devo confessar que fiquei impressionado pela entrvistra trazida pelo Situacionista (sempre atento...),impressionado não pelo que disse, mas por o ter dito e logo eu que nã gostava nada dele...

meirelesportuense disse...

Associo-me embora com um pequeno atrazo aos parabéns relativos ao aniversário do nosso prestigiado presidente Jorge Nuno Pinto da Costa.