sábado, 16 de dezembro de 2006

Obviamente não me demito!

Em entrevista ao Sol, o NGP Jorge Nuno Pinto da Costa diz:
«Como sei que estou inocente e nada me pesa na consciência, nem admito a ideia de me demitir por causa de uma pessoa que se revela a si mesma no livro que escreveu»

«Para não me envergonhar de ter vivido com essa mulher, quero acreditar que não contratou ninguém para o (Ricardo Bexiga) matar»

«O FC Porto está bem e continua a ganhar, o que deve fazer confusão a muita gente.»

«Nada disto perturba o clube e a minha vida»

«Confio na justiça e ela (Carolina) vai ter de responder em tribunal pelas mentiras que escreveu»

Adelino Caldeira diz: «Mal de uma sociedade que seja vulnerável a este género de poeiras ou denuncias sem qualquer confirmação. Mal até de um governo, senão nem o primeiro-ministro tinha tomado posse (alusão ao processo "Freeport")»


Foram apresentados processo-crime contra Carolina e sua amiga Maria Fernanda Freitas, e uma acção cível de indemnização contra a editora Don Quixote.

3 comentários:

O Situacionista disse...

E FAZ MUITO BEM !!!!

Diria que o Presidente falou “curto e grosso” !!!!
Ou se quiserem, que foi directo ao assunto !!
Ou se quiserem aInda que, pouco falou, mas MUITO disse !!!

PRESIDENTE, ESTAMOS CONSIGO !!!
(ainda para mais depois destas palavras)

De notar que, na página seguinte do jornal, vem uma notícia, assinada pela Felícia Cabrita e pela Ana Sofia Vinhas, em que estas dizem que (e vou utilizar palavras minhas), em relação à cobardice/sacanice que alguém fez ao Ricardo Bexiga, A VERSÃO DA CAROLINA NÃO BATE CERTO.

De facto, a Carolina, DISSE às jornalistas (que a CITAM em discurso directo) que dias antes da bárbara agressão, teria mandado, para não deixar rasto, destruir as câmaras de vigilância do parque de estacionamento, propriedade da Câmara Municipal do Porto, onde tal barbaridade ocorreu.

Sabem da melhor ? A Câmara Municipal, segundo dizem as jornalistas, afirma que NUNCA o parque de estacionamento teve câmaras…

Como se não bastasse, nessa mesma notícia é referido que há quem afirme ter estado presente numa reunião, num restaurante de Lisboa, entre ...ora imaginem lá ...ORELHAS e o Sr.a D. Carolina...é verdade !!!!
QUE SURPRESA !! NUNCA PENSEI...

Não esqueçam (o fundamental), TODOS AO DRAGAO AMANHÃ !!!!
(vai ser um jogo muito difícil)

meirelesportuense disse...

meirelesportuense disse...

Chegaram finalmente as palavras e se não foram aquelas que eu mais gostaria de escutar foram pelo menos as suficientes para que eu me sinta capaz de passar à fase seguinte que é a de esperar e aguardar serenamente o papel que compete agora ao Poder Judicial...Não vai ser tarefa fácil a julgar pelos casos ainda por cumprir e surpreende-me que nem se coloque a questão de que não se tenha abordado de maneira tão célere aquele que eu julgo ser o caso mais escandaloso por resolver pela Justiça Portuguesa, o do cada mais admissível assassinato do 1º Ministro Sá Carneiro...Mas prioridades são prioridades, manda a razão que a razão por vezes desconhece. Pacheco Pereira enche-me de surpreza que não coloque esse ênfase tão peculiar nele nessa questão: Distracção, menor ponderação ou simples vaidade?...Mas aí está já a saltar em pleno relvado a Mizé Tung como a ouvir tratar pelos seus velhos amigos/camaradas, para resolver o problema das unhas dos pés do Presidente do FCdoPorto...Isto é mesmo um caso nacional! E também tentar saber aonde ele se encontra ou encontrou com o famigerado "Macaco" da Ribeira Portuense...Com o "Elefante" já nós sabemos quem e aonde se encontravam, faltava era descobrir este pequeno detalhe faunístico mas de tão elevado significado Nacional...Praia da Madalena ou do Estoril? Quem está com o Macaco, "ele" ou o Orelhas? Será que o Macaco vai passar a ser o chefe da claque Diabos Vermelhos? E quem o irá acompanhar à frente das hostes vermelhas na próxima deslocação ao estádio do Dragão?...Não percam as cenas dos próximos capítulos e conseguirão atingir finalmente a quadratura do Círculo...Grande Pacheco, nunca me enganas-te,nem nos tempos em que no "Piolho" só aceitavas dialogar com quem soubesse de ponta a pavio o "best" de Karl Marx: "O Capital"...Agora que deixas-te as crenças Maotsétunguistas e abraças-te outra mais brilhante e esclarecida a crença Mizétunguista, resvalas para o caminho do teu velho e querido camarada Durão Barroso que te olha explendoroso lá do Olimpo. Que triste anoitecer o teu ó filósofo, ó Zaratustra dos tempos modernos! Ingratos os homens que não sabem reconhecer o teu saber e talento e apenas te incumbem de escreveres as Biografias dos teus arquirivais e inimigos próSoviéticos...Longe vão os tempos das longas alvoradas, o bolso manda mais que o coração!

17/12/06 02:37

Fanático disse...

Apesar de continuar achar que o NGP devia remeter a p*** ao desprezo, o que disse está muito bem.