quinta-feira, 23 de novembro de 2006

Mais um disparate de O Jogo

Desta vez, é Alcides Freire, no Jogo de hoje:

 

Contas
Passivo

Pinto da Costa afirmou que bastaria ter vendido alguns jogadores para resolver o passivo de 30 milhões, resultante do último exercício. Pode ser que não seja preciso. O sucesso do empréstimo obrigacionista já atingiu os seis milhões de euros e a Liga dos Campeões já rendeu, pelo menos, outros seis milhões...

 

Caro Alcides Freire, a única coisa que está certa naquilo que escreveu é o facto de a Liga dos Campeões já ter rendido esse montante.

 

Vou fazer a “errata” por si: não é “passivo de 30 milhões, resultante do último exercício”; é prejuízo de 30 milhões! O Passivo da SAD (isto é, aquilo que a SAD DEVE) é de cerca de 125 milhões de euros; os 30 milhões de euros correspondem ao que a SAD perdeu apenas na última época!

 

Depois, um “empréstimo obrigacionista”, como o próprio nome o indica, é um empréstimo, ou seja, há um momento em que é necessário pagar a quem emprestou! Aliás, como já tive ocasião de escrever neste blogue, a SAD vai utilizar uma boa parte do “encaixe” deste empréstimo obrigacionista para reembolsar o anterior. Ou seja, só vai “resolver por três anos” esse problema específico...

 

Como jornalistas do melhor jornal desportivo português, vocês têm algumas obrigações de rigor na linguagem! Asneiras destas são para o Record e para a Bola!

6 comentários:

O Soldado Azul disse...

Caro Eterno, muito bem! Não é a primeira vez que te procupas em instruir o jornalista sobre a devida interpretação do passivo e o objectivo deste empréstimo obrigacionista! Eu acho muito bem por 2 razões: a primeira é que o dito cujo não trabalha para um jornal qualquer e devemos "lutar" pela trnasmissão de uma mensagem transparente, rigorosa; A segunda é que não encontro ninguém melhor que tu para a devida instrução!
Saudações

Azzulli disse...

Muito bem Eterno!
Nada de facilitar!
Alcides Freire para A BOLA!!!

O Situacionista disse...

Eterno,
Tens razão.

Caro Alcides Freire,
Ganhou a minha admiração !!
(até porque se limitou a fazer o que constitui o dia à dia dos outros jornais em relação a outros clubes).
Quem me dera que mais tivessem a sua CORAGEM !!

Zirtaev disse...

Não concordo sitacionista. Acho que aí é que nos devemos distinguir dos outros. E não é com noticias a tentarem tapar o sol com a peneira que nós crescemos como crescemos. Aliás o frequente falar mal da imprensa em relação aos nossos jogadores fá-los terem de querer jogar mais e melhor para lhes ser reconhecido o mérito. A essa imprensa "porca" o meu obrigado. :-)

Um abraço.
http://www.portistasdebancada.blogspot.com//

O Situacionista disse...

Ontem à noite estive a ler o Jogo.
Nem de propósito deparei-me (NOVAMENTE) com o Alcides Freire.
E, curiosamente, antes do entrecho que o Eterno citou, ele diz SÓ isto:

“Sapo
1) José Veiga esteve num dos camarotes do Estádio da Luz como convidado da antiga entidade patronal para assistir ao jogo com o FC Copenhaga. Como não faz mais parte da SAD encarnada e, que se saiba, não comprou o kit sócio que levou o Benfica até ao Livro do Guiness, terá sido graças a um convite que viu o Benfica regressar às vitórias. Esta coincidência entre o regresso de José Veiga e das vitórias é que pode ser perniciosa para Luís Filipe Vieira. Mas, adiante. Há uma fotografia - e sabe-se como ela pode valer mil palavras - que é, contudo, capaz de desmentir a ideia de um afastamento absoluto. De dedo erguido - o polegar direito, explique-se - saudou a multidão desfrutando da companhia de um ex-árbitro assistente. E se é público o poder de influência de um restaurante, de que Devesa Neto gosta, no futebol, então é caso para dizer que não é uma decisão judicial que afastará Veiga do universo do pontapé da bola, pelo menos, dos momentos que antecedem o pontapé de saída.

2) Agora parece oficial. Luiz Felipe Scolari apresentou a candidatura a treinador do Benfica. Pelo menos essa é a leitura que se pode fazer da presença do seleccionador nacional no Estádio da Luz para assistir ao jogo dos encarnados com os campeões dinamarqueses. A conclusão não pode sequer ser contestada pelo candidato, que viu na presença de Carlos Queiroz no Portugal-Cazaquistão a razão para revelar as intenções do treinador português do Manchester United. Os outros 15 treinadores da Bwin Liga podem estar praticamente descansados, em especial os que estão em equipas fora de Lisboa.”

Pertinente, no mínimo !!
Repito, pena não haver mais jornalistas com esta CORAGEM !!!

Eterno Dragao disse...

É precisamente por ele ter escrito tanta coisa e tão bem que se deve chamar a atenção para o erro que cometeu nas frases que eu citei. Se fosse um "murcom", nem sequer valia a pena perder tempo a tentar expilcar o erro que cometeu...