quarta-feira, 24 de maio de 2006

VERDADEIRO TRATADO !!!


Meus amigos,

Estou banzado !!!
E não é caso para menos.
Li a entrevista do treinador e .....quem não leu, tem de o fazer urgentemente !!!
Aliás, fiquei de tal maneira “abalado” que a partir de hoje tenho que repensar se chamarei mais (ou não) des..treinador a Adriaanse !!!!
A entrevista, além de excepcionalmente bem dirigida pelos (cada vez melhores) jornalistas JMRibeiro e JMaia, é um autêntico tratado dado pelo destreinador sobre futebol e tudo o que lhe está associado (condução de homens, sistema de jogo, treino, etc, etc,.)
Por isso com a licença do seu criador (o meu colega Eterno Dragão) quase me apetece deixar cair o já famoso ....des !!!!
Vou mesmo pensar no caso !!! Só não o faço agora porque ele defende o Cartelista Escolari (embora dê a entender que não percebe porquê que o Cartelista nunca falou com ele). E isso eu não posso aceitar.

Mas, por ex., a análise que o Adriaanse faz do Quaresma, nas mais variadas vertentes, inclusive a sua actuação no jogo de alvalade (numa perspectiva que nós aqui no blogue também abordamos na altura – colocou em risco a equipa com a agressão) é, pela sua seriedade, correcção, objectividade, pedagogia e determinação, absolutamente fantástica !!!

Bom, mas indo por partes:
Sinto, não sei porquê que o homem é como nós - Adora o “cheiro” a título e é facilmente “viciável” neles !!! Quer mais !!!! Nós também...

Curiosidade – diz ele que teve que aprender a lidar com vários jornais desportivos diários...na Holanda não há nenhum (apenas existe uma revista desportiva...semanal) !!!! Sintomático...
Lá está, chegou a outro mundo, digo eu.

Segundo ele a posição mais difícil no sistema que utiliza (3 defesas) é a do ...PAssunção !!!
A forma como aborda (o handicap d) a altura do PA é deliciosa.

Claro está reconhece que o principal problema da equipa este ano forma as tremendas dificuldades de finalização.

Sobre o Adriano, diz – “Foi uma excelente escolha do presidente” (...) Foi uma prenda do presidente”.
Prendas destas quem não as quer, digo eu ??!!!

Engraçado que ele de certa forma “desvaloriza” o sistema.
Diz que para o ano na LC tanto pode jogar em 4x4x3, 3x3x4 ou 3x4x3.

E agora a grande revelação – o “puto maravilha” Anderson, no Brasil, jogou muitas vezes a ....lateral esquerdo !!!!! Imaginem só !!!! E nos treinos já o testou nesse lugar. Mas conclui dizendo que o lugar dele é médio centro a descair para a esquerda.

Não sei se viram ontem o Trio (como diria o Rui Unas – um grande programa !!!), mas o Jesualdo Ferreira acabou a dizer, devidamente contextualizado, esta coisa espantosa – equipa sem jogadores “malandros” não ganha nada.
Ora, dá-me a ideia que o Adriaanse refere o mesmo, no bom sentido, sobre o..... Quaresma (em contraposição, por ex., com o PAssunção, que não usa brinco, chega sempre a horas, etc., etc....)

Refere também que o Luxo para o ano vai ser ainda melhor e que agora já sabe que o Lisandro não é extremo e o lugar dele é atrás do avançado.

Elogia a organização do FCPorto que classifica como campeã do mundo !!!!

Diz que a saída do Baía foi a decisão mais difícil mas reconhece que este sempre teve uma atitude de top.

Do Diego, que considera grande jogador, alega a necessidade de correr mais e deixa uma dica em jeito de aviso....no futebol alemão tem de se correr muito....
O Postiga parece que não corre....

Depois e para terminar uma notícia que adorei ler:
Felizmente, o JCosta é altamente elogiado.
Portanto, concluo eu, tem as portas abertas para voltar sem ser como jogador. Ainda bem !!
E, pese embora continue a achar (e daqui ninguém me tira !!!) que o processo JCosta foi pessimamente conduzido pelo Adriaanse, pelo menos, terá sido fruto de uma decisão com coerência intelectual. Valha-nos isso.

Aliás, diz o Adriaanse, e não resisto a cita-lo, porque é um momento impagável da entrevista:
“P O problema com Jorge Costa era semelhante? (preguiça como o Postiga)
R Não. Jorge Costa é cem por cento profissional, muito boa pessoa e um profissional sempre muito positivo. O problema está no sistema. É necessária muita velocidade. Ele pode defender muito, muito bem numa pequena área, com muitos jogadores à volta, mas não num grande espaço. É impossível para ele. Naquela idade, com a mobilidade, as lesões - li que esteve duas ou três vezes lesionado na Bélgica -, não dá. Numa zona pequena, jogando numa equipa defensiva com quatro jogadores e mais dois à frente, ele ainda é um central de top, mas neste sistema não. Constatei-o imediatamente, nas duas ou três primeiras semanas, e disse-lho. Ele quis ficar na mesma e eu autorizei-o a tentar provar-me que podia jogar, mas não o utilizei, porque não mudei de opinião. Tinha tomado a minha decisão e foi uma boa decisão para este sistema. No entanto, respeito o Jorge, porque foi sempre positivo para o grupo e trabalhou a cem por cento até ao último momento. É um verdadeiro profissional e um elemento muito bom para o FC Porto.
P Sentiu a pressão dos adeptos ?
R Muito. Não fazia ideia de que ele era tão popular. As pessoas diziam-me 'sem o nosso capitão, não ganhamos nada', porque sempre tinham visto o seu clube vencer coisas com o Jorge Costa. Simbolizava o espírito de luta do FC Porto.
P A decisão foi mais fácil por não saber disso ?
R Era melhor que soubesse. Havia sempre uma senhora de idade no aeroporto que me ameaçava por não usar o Jorge Costa. Agora usa uma camisola do Pedro Emanuel. Tenho de passar a ter cuidado com ele.”

Leram bem esta última resposta ???
O homem até sentido de humor tem !!!!!
Bom, ...como é possível eu estar a fazer-lhe tantos elegios ???
Acho melhor parar para pensar e não me esquecer que ele é o DESTREINADOR !!!!

4 comentários:

O Situacionista disse...

Só uma nota - a referência à preguiça do Postiga ("preguiça como o Postiga")na citação da entrevista foi feita por mim para melhor compreensão da resposta.

justiceiro azul disse...

Aproveito esta brilhante situação do intervencionista, digo intervenção do situacionista, para agradecer a todos os bloguistas o tempo e dinheiro que me fazem poupar ao ler os posts publicados neste blog.
Já não preciso de ler a entrevista do Adriaanse.

Fanático disse...

Devo confessar que ainda não li...
Mas não me esqueci..
E pelo que vejo, ficarei agradavelmente surpreendido

Mais Azul disse...

Queria subscrever tudo o que diz o grande Situacionista relativamente à entrevista e também referir que esta não me surpreendeu, pois vem de encontro ao que sempre imaginei que eram as ideias do treinador (isto pode ser comprovado nas minhas primeiras intervenções neste blog). Sempre achei que que relativamente ao Jorge Costa e ao Postiga as razões agora referidas eram as únicas causas de eles não jogarem e também sempre me pareceu que o Co Adriaanse estava bastante prejudicado por não poder defender as suas ideias por causa do Blackout. Mas também devo confessar que após a derrota na Amadora e a revolução operada que nos primeiros jogos deixou muito a desejar eu também comecei a duvidar das capacidades do treinador… Esta entrevista é excelente para se perceber as capacidades do grande treinador que nós temos. Estou confiante que a próxima época ainda será melhor que esta (melhores exibições e melhores resultados na Champions).

PS: Não digo que é perfeito pois penso que no casão do Jorge Costa devia-lhe ter dado alguma oportunidade num jogo a sério (ex: Marco, para a Taça) e penso que o Diego e o Ibson foram jogadores subaproveitados pois pelas qualidade que têm tinham que jogar mais.